sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Quantos anos de vida saudável têm os ricos a mais que os pobres


Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos têm cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres.
Os cientistas analisaram dados de mais de 25.000 adultos com mais de 50 anos em busca de fatores que previssem uma vida saudável sem incapacidades, ou seja, por quanto tempo alguém consegue ter uma vida ativa sem necessidade de ajuda (para levantar ou cozinhar, por exemplo).
No estudo participaram 10.754 participantes do Reino Unido, e 14.803 dos EUA.



ricos-e-pobres
Photo DW

A história repete-se. A década de 2020 pode ser caótica para a humanidade


O resultado talvez não seja surpreendente, o dinheiro foi o fator número um. A partir dos 50 anos, homens ricos podiam esperar viver mais 31 de forma saudável, e mulheres ricas mais 33, em comparação com 22 a 23 para os homens mais pobres e 24 para as mulheres mais pobres.
Estudos anteriores já haviam feito a mesma ligação com a expectativa de vida, em vez da qualidade de vida. 
Por exemplo, uma pesquisa de 2016 descobriu que os homens mais ricos dos EUA (aquele 1% do topo da cadeia financeira) viviam até 87,3 anos, 15 anos a mais do que os 1% mais pobres do país. As mulheres viviam mais 10 anos. 

No Reino Unido, uma pesquisa de 2018 mostrou que os ricos viviam mais 10 anos que os pobres.
Note-se que não houve diferenças significativas entre os dois países em relação às conclusões do novo estudo.
As desigualdades na expectativa de vida saudável existem nos dois países e são de magnitude semelhante. Nos dois países, os esforços para reduzir as desigualdades na saúde devem ter como alvo pessoas de grupos socio-econômicos desfavorecidos”, concluíram os autores em seu artigo, publicado na revista científica Journal ofGerontology. 


Investigador prevê colapso da democracia em todo o mundo



A ONU perspetiva problemas ambientais, mas também há boas notícias



Referencia//CNN



Sem comentários:

Enviar um comentário