segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

O antivírus gratuito da Avast guarda todos os seus cliques e vende-os a terceiros

Como aprendemos várias vezes, coisas "gratuitas" na internet quase nunca são verdadeiramente gratuitas. 
Se não paga com dinheiro, provavelmente paga com seus dados. É o caso dos produtos antivírus gratuitos da Avast, que recolhem o histórico de navegação para vender às principais empresas. Apesar das alegações de que seus dados estão totalmente anonimizados, uma investigação feita pelos sites  PCMag e Motherboard mostra como é fácil desmascarar os utilizadores individuais.


Avast-free-antivirus


Um grande ataque cibernético pode ser tão letal como uma guerra nuclear


A Avast, que oferece produtos antivírus com sua própria marca e o AVG, tradicionalmente obteve boa reputação pelas suas proezas de bloqueio de malware. Ao configurar o conjunto de antivírus gratuito da empresa, os utilizadores são convidados a optar pela partilha de dados. Muitos o fazem depois de garantir que todos os dados sejam anonimizados e agregados para proteger suas identidades. No entanto, o Avast está recolhendo os dados muito mais detalhados do que se esperava, e isso coloca sua privacidade em risco.

A Avast comercializa dados dos utilizadores por meio de sua subsidiária Jumpshot, que mantém relacionamentos com empresas como Google, Pepsi, Microsoft e Home Depot. A PCMag e Motherboard conseguiram aceder a documentos internos e a uma amostra de dados do Jumpshot, e descobriram que o Avast está rastreando os cliques dos utilizadores até o segundo.
Aqui está um exemplo do formato de dados do Jumpshot.


ID do dispositivo : abc123x  Data : 2019/12/01 Hora minuto segundo : 12:03:05  Domínio : Amazon.com  Produto : Apple iPad Pro 10.5-2017 Modelo - 256GB, Rose Gold Comportamento : Adicionar ao carrinho

Isso não diz nada sobre o utilizador, a menos que seja da Amazon. Com acesso aos dados da Amazon,  pode simplesmente procurar usuários que executaram o mesmo clique ou série de cliques e agora tem um nome associado ao ID do dispositivo. De repente, os dados da Avast contêm um registo completo do uso da Internet por esse utilizador. Outras empresas podem fazer o mesmo combinando cliques anónimos nos dados do Avast com seus próprios registos.



O Jumpshot oferece vários produtos aos clientes, alguns dos quais incluem apenas uma fração dos dados conseguidos. Por exemplo, um produto se concentra nas pesquisas e no que o usuário finalmente clicou, mas o Jumpshot também possui um "Feed de todos os cliques" que inclui todos os seus dados. O Jumpshot geralmente vende o feed completo sem IDs de dispositivo, mas concordou em fornecer os dados para a empresa de marketing Omnicom Media Group no final de 2018. Independentemente da quantidade de dados que o Jumpshot oferece em cada pacote, chamá-lo de anônimo é extremamente enganador. Uma vez que não se pode ter certeza de onde eles acabarão.

A Avast removeu recentemente os recursos de rastreamento de utilizador das suas extensões do Chrome, mas os programas autónomos para desktop continuam a receber todos os cliques.
Por esse motivo, o PCMag não recomenda mais o Avast Antivirus.


Google grava todas as suas chamadas de voz

Referencia//ExtremeTech



Sem comentários:

Publicar um comentário