quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Indústria espacial russa propõe frota de dirigíveis para busca e salvamento

Embora o uso de dirigíveis tenha diminuído significativamente em meados do século 20, graças às capacidades cada vez maiores dos aviões, essa forma única de tecnologia de transporte aéreo desfrutou um renascimento nos últimos anos, graças ao interesse renovado em vários países, incluindo a Rússia.
O Centro de Treino de Cosmonautas Yuri Gagarin propôs a criação de uma frota de dez destas aeronaves modernas para operações de busca e salvamento em situações de emergência, que possam se verificar no novo Cosmódromo Vostochny, no Extremo Oriente da Rússia.



Dirigivel
Photo RosAeroSystems

KLM financia o desenvolvimento do avião futurista “Flying V”


A proposta, diz que as especificações técnicas das aeronaves incluem um suporte para o transporte da cápsula de pouso do Oryol, a nave espacial tripulada de última geração atualmente em desenvolvimento pela Energiya Rocket e Space Corporation da Rússia.
Estes dirigíveis também terão equipas de evacuação em caso de pouso na água. Propõe-se alojar os dirigíveis em dois aeródromos separados, um no Cosmódromo Vostochny e outro na Ilha Sakhalin ou na península de Kamchatka.
A proposta estima que o desenvolvimento e produção do primeiro dirigível custará 2,8 bilhões de rublos (cerca de US $ 45 milhões) e levará de três anos e meio a quatro anos para ser concluído. As aeronaves restantes devem custar 1,7 bilhão de rublos cada (US $ 27,4 milhões).

PPTS-Orel-spacecraft
Photo CC BY 4.0 / FEDERAL SPACE AGENCY / PPTS

NASA esta desenvolvendo aviões elétricos com célula de hidrogenio



No verão passado, Igor Verkhovsky, um alto funcionário da empresa Energiya, alertou que as equipes do programa Oryol poderiam enfrentar perigo mortal no caso de um lançamento fracassado do Vostochny Cosmodrome devido à falta de recursos suficientes de busca e resgate no Extremo Oriente da Rússia. A Roscosmos prometeu encontrar uma solução para este problema. Em julho de 2019, o Alekseyev Centreal Hydrofoil Design Bureau propôs o renascimento do Ekranoplan, um enorme veículo, aerobarco, inventado por engenheiros soviéticos capazes de deslizar sobre a superfície da água em alta velocidade, para fornecer à agência espacial russa a necessária capacidade de busca e salvamento. O departamento de design calculou que esse projeto poderia levar até cinco anos a concluir.


ekranoplan-A-050-742d
Photo CDB ON HYDROFOILS OF R. E. ALEKSEEV

Aviões elétricos prestes a revolucionar a indústria da aviação



A proposta para a criação de uma nova classe de aeronaves não é nova. Engenheiros russos e estrangeiros de vários setores vêm trabalhando em uma variedade de projetos de aeronaves há mais de uma década, tendo a Augur RosAeroSystems projetado o Atlant-30 , um dirigível maciço com capacidade de carga de até 16 toneladas com forte potencial de uso pelos militares russos. Os engenheiros também desenvolveram o complexo aerostático móvel Peresvet , um sistema aerostático não tripulado com uma carga útil inferior a 300 kg capaz de fornecer comunicações de rádio de longo alcance, monitorização  e reconhecimento.

O futuro do transporte aéreo poderá ser aeronaves movidas a energia solar



Referencia//SputnikNews


Sem comentários:

Publicar um comentário