sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Rússia cria centro para destruição de asteróides perigosos

A agência espacial russa Roscosmos está criando um centro dedicado á monitorização de meteoros, cometas e asteróides, para garantir que eles não colidam com a Terra, mesmo que isso signifique ter que explodi-los no espaço.
Como parte da criação de um sistema de monitorização e suporte de informações para a segurança de atividades espaciais no espaço próximo à Terra, planeamos lançar o Centro Russo para Pequenos Corpos Celestes, cuja principal tarefa será detetar e rastrear corpos celestes que se aproximam da Terra”, informou Igor Bakaras, diretor da TsNIIMash, subsidiária da Roscosmos, à agência de notícias russa Sputnik .



Photo Pixabay///237607

Elon Musk afirma que um grande asteróide colidirá com a Terra


A Rússia também anunciou recentemente planos de construir uma série de telescópios na Lua para ajudar a rastrear as rochas espaciais potencialmente perigosas, parecendo provável que o novo centro tenha um papel importante em levar esse esforço a bom termo.
Antes que a Rússia possa explodir qualquer asteróide perigoso do céu, será preciso fazer muita investigação. Para esse fim, Bakaras disse ao Sputnik que os cientistas russos estão atualmente explorando uma variedade de maneiras de destruir ou redirecionar qualquer asteróide que se desloque em direção à Terra, inclusive através do uso de satélites, motores de foguetes e velas solares.
"Atualmente, o trabalho nessas áreas é limitado, em grande parte, à pesquisa teórica e à modelagem matemática de várias contramedidas", disse Bakaras, “a pesquisa pode ser fundamental para salvar o planeta se um asteróide se dirigir para a Terra.

Um asteróide aproximou-se da Terra e quase não o via-mos


Referencia//Futurism


Sem comentários:

Publicar um comentário