sábado, 14 de dezembro de 2019

O ponto mais profundo da Terra é descoberto por baixo do gelo da Antártica

Uma equipe de glaciologistas, liderada pela Universidade da Califórnia em Irvine, divulgou o mapa topográfico mais pormenorizado da Antártica apresentado até agora, que mostra o ponto mais profundo da Terra não coberto por água.

O estudo de cartografia, denominado Projeto BedMachine Antártica, elaborou um mapa preciso do continente congelado, descobrindo um desfiladeiro da geleira Denman que se encontra a 3,5 quilómetros abaixo do nível do mar, o que faz dele o ponto terrestre mais profundo do planeta.
"Este é sem dúvida o retrato mais exato até agora daquilo que se encontra por baixo da calota polar da Antártica", ressaltaram os pesquisadores ao apresentarem o estudo na União Geofísica Americana.

"Temos tido muitas surpresas neste continente, especialmente nas regiões que não tinham sido mapeadas previamente em pormenor por radar" explicou Mathieu Morlighem líder do estudo e professor da Universidade da Califórnia.








Objeto semelhante a OVNI descoberto na Antartida


O objetivo do projeto BedMachine Antartica é elaborar um mapa pormenorizado da rocha-mãe do continente, que permita compreender melhor como fluem as correntes de gelo a partir das terras mais altas até ao mar que rodeia a Antártica.


Esta informação tem importância fundamental porque a orografia da Antártica pode fazer com que o aquecimento global venha a causar mais danos do que previsto em algumas regiões, mas também poderia ajudar a conservar outras, sendo que no continente existem espaços e lugares muito mais profundos do que se pensava.

Investigadores retidos na estação Dumont d'Urville na Antártida




Referencia//SputnikNews




Sem comentários:

Publicar um comentário