quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Luzes que piscam no espaço podem ter origem alienígena

As estrelas morrem normalmente de duas maneiras, ou transformam-se lentamente em anãs brancas ou explodem rapidamente como supernovas, isto com algumas raras exceções
Mas algumas estrelas parecem morrer temporariamente sem qualquer sinal, elas simplesmente desaparecem e depois aparecem novamente mais tarde. Num estudo recém-publicado, os cientistas acreditam que esse fenómeno estranho pode ter uma de duas explicações. Algum fenómeno novo em astrofísica ou sinais de atividade alienígena.


Estrela
Photo NASA



Na quinta-feira, os cientistas envolvidos no projeto Vanishing and Appearing Sources during a Century of Observations” (VASCO) publicaram seu primeiro estudo no The Astronomical Journal. Ele detalha sua busca por objetos que apareceram em pesquisas que datam da década de 1950, mas que não aparecem mais em pesquisas recentes.
Essa procura revelou cem objetos vermelhos que surgiram e desapareceram nos últimos 70 anos.
O co-autor do estudo Martin López Corredoira observou que a equipe da VASCO não encontrou nenhuma evidência direta ligando as luzes à inteligência extraterrestre, mas o resumo do estudo implica que os autores também não descartam essa possibilidade.
"As implicações de encontrar fontes de luz que desaparecem e aparecendo vão dos campos astrofísicos tradicionais às pesquisas mais exóticas de evidências de civilizações tecnologicamente avançadas", escreveram eles.


Pode existir uma cidade alienígena antiga no lado escuro da lua





Referencia//TheIndependent


Sem comentários:

Enviar um comentário