sábado, 23 de novembro de 2019

Astrónomos avaliam o perigo de um asteróide que se aproxima da Terra


A perigosidade de um asteróide que se aproxima da Terra foi avaliada por um astrofísico e doutor em física e matemática e pelo chefe do departamento de física e de evolução das estrelas do Instituto de Astronomia da Academia das Ciências da Rússia.
Os cientistas acreditam que o asteróide detetado pelos especialistas da corporação espacial russa Roscosmos no dia 6 de Novembro, e que está se aproximando da Terra, não representa um perigo sério para o nosso planeta.


Asteroide a caminho da Terra
Photo Pixabay/urikyo33

O desastre natural mais devastador revelado por oficial da NASA


O chefe do departamento de física e de evolução das estrelas do Instituto de Astronomia da Academia das Ciências da Rússia, Dmitry Vibe, comentou a situação em entrevista ao canal RT e disse que o asteróide detetado não representa qualquer perigo para o nosso planeta.

O sistema de controlo espacial da Roscosmos detetou dois asteróides que se aproximam da Terra. Um dos objetos tem um diâmetro de 10 a 15 metros e foi detetado com o sistema optoeletrônico.
Segundo os dados do sistema de controlo, o corpo celeste está em uma órbita heliocêntrica. A distância mínima da Terra será superior a 139 mil quilómetros.



Pedaço do meteorito de Chelyabinsk  Photo SputinkNews


Um asteroide maior que a torre Eiffel aproxima-se da Terra a 20 vezes a velocidade do som




O astrofísico e doutor em física e matemática Aleksander Panov explicou que o asteróide tem aproximadamente o mesmo tamanho que o famoso meteorito de Chelyabinsk que explodiu no céu acima da Rússia, em 2013, causando danos generalizados em 7.200 edifícios e ferindo mais de 1.000 pessoas.




Fonte//SputnikNews



Sem comentários:

Enviar um comentário