domingo, 27 de outubro de 2019

Descoberta cidade perdida das lendas do El Dorado


Um grupo de investigadores descobriu uma cidade perdida no meio da Serra Nevada de Santa Maria, um sistema montanhoso remoto nos Andes perto da costa das Caraíbas colombiana.
De acordo com a Newsweek, esta descoberta ficou a cargo do explorador americano Albert Lin e do arqueólogo colombiano Santiago Giraldo, que estudam os sítios arqueológicos que cercam a região há 20 anos.



«A cidade perdida» perto da nova descoberta Photo/ABC

Porque os incas construíram o Machu Picchu num lugar tão remoto?




Sendo uma área de difícil acesso, os especialistas usaram uma tecnologia audiovisual conhecida como LIDAR, que consiste num laser que faz scan ao solo e que, apesar da vegetação, revela a topografia da região, bem como quaisquer características artificiais.
Com estes dados, eles conseguiram criar um mapa 3D detalhado, que revelou as características antigas da área estudada, que não são visíveis a olho nu.

Depois de identificar alguns planaltos, os exploradores e a sua equipa decidiram investigar , no terreno, um local particularmente promissor pela floresta densa e íngreme, onde encontraram várias peças de cerâmica, terraços naturais, entre outros objetos, que confirmaram a presença de uma cidade antiga até agora desconhecida.
Estima-se que esta antiga cidade remonte ao ano 800 e esteja localizado no topo de uma colina, com cerca de 1.524 metros de altura, escondido por uma densa floresta.



Photo Newsweek

Descoberta cidade neolítica com 10.000 anos, perto de Jerusalém



A cidade poderia ser construída pelos Taironas, um grupo indígena que habitava no sopé da Serra Nevada e a área costeira dentro do Parque Natural Nacional Tayrona. Isto é provável, já que, muito perto dessa zona, fica um dos principais sítios arqueológicos do país, conhecido como Cidade Perdida, uma cidade da mesma tribo fundada por volta do ano 600.

A relação desta cidade perdida com a cultura Tairona alimentou a lenda de El Dorado, que nasceu na época da conquista espanhola,no início do século XVI, e girava á volta de uma história sobre o chefe de uma tribo que cobria o seu corpo com pó de ouro e banhava-se numa lagoa para oferecê-lo aos deuses.
No entanto, ao longo dos anos, rumores da existência de uma cidade onde abundava esse metal precioso levaram os colonizadores à Serra Nevada, cujos colonos eram grandes ourives.


Lin considera que, embora essa nova descoberta seja apenas o começo, é provável que não represente um argumento que os leve à lendária cidade do ouro.
Eventualmente eliminados pelos espanhóis, os Tairona não tinham assim tanto ouro, mas desenvolveram um método extremamente sofisticado para o revestimento em ouro, permitindo criar ornamentos que pareciam ser feitos de ouro maciço.

A grande Pirâmide de Gizé pode não ser inteiramente feita pelo homem



Fonte//Newsweek




Sem comentários:

Enviar um comentário