quinta-feira, 24 de outubro de 2019

“Capa da invisibilidade” da ficção á realidade

A empresa canadiana fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionados com o Quantum Stealth.
O material também é chamado de “capa de invisibilidade”. O inventor dos quatro pedidos de patente é o CEO da HyperStealth, Guy Cramer.
O material não precisa de energia para funcionar, é fino como uma folha de papel e é relativamente barato. A patente menciona 13 versões do material e permite outras configurações.


O primeiro pedido de patente é do Quantum Stealth, que faz com que o objeto atrás dele pareça invisível. Para além de conseguir esconder pessoas, também consegue ocultar tanques, aeronaves, navios e construções. A tecnologia causa um desvio na luz à volta do objeto no espectro visível, ultravioleta, infravermelho e infravermelho de onda curta. Ao mesmo tempo, o material bloqueia o espectro da radiação térmica.

O segundo pedido de patente é para um “amplificador de painel solar”, que utiliza o mesmo material de lente, essencial para as outras aplicações desenvolvidas. A terceira patente chamada de “Display System” produz imagens holográficas, com recurso a um projetor.

O quarto pedido de patente é para dispersão, desvio e manipulação de laser. Com isto, um laser pode ser dividido em milhares de lasers mais pequenos, podendo funcionar como radar. Esse sistema costuma ser montado com o uso de laser, espelhos que giram e recetor ótico. Assim, os computadores podem determinar condições perigosas e identificar objetos mais rapidamente, aumentado a segurança tanto de veículos como de pedestres.



A HyperStealth divulgou mais de 100 minutos de filmagem com descrições e demonstrações do material. Nas imagens o destaque vai para o uso militar do material, que aparece ocultar um tanque e um jato em escala reduzida.


Cresce a procura para combustível de hidrogênio no Japão, e Austrália




Fonte//Hypescience.


Sem comentários:

Publicar um comentário