sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Sarcófago em ruínas de Chernobyl, será desmantelado


A gigantesca estrutura originalmente construída em volta da central nuclear de Chernobyl, em 1986, para conter o material radioativo lançado num dos piores desastres nucleares da história está desmoronando, e em breve será demolido.
A empresa ucraniana que administra a usina nuclear SSE Chernobyl NPP assinou recentemente um contrato com uma construtora para desmontar a estrutura em forma de cúpula até 2023, segundo um comunicado.



Photo  Shutterstock

Cientistas afirmam que só há uma saida: Energia Nuclear



Mas isso não significa que o material radioativo seja libertado. Em 2016, uma grande estrutura de aço chamada "New Safe Confinement" foi construida para cobrir o sarcófago e conter a radiação. Esta estrutura de confinamento, 108 metros de altura, foi construída a uma certa distância do local radioativo e deslizou no lugar com 224 macacos hidráulicos.
O novo confinamento seguro deve durar pelo menos 100 anos e é o suficientemente forte para resistir a um tornado, de acordo com o relatório. Por outro lado, o sarcófago em ruínas, não foi construído para durar muito tempo, e foi uma espécie de abordagem urgência para conter rapidamente a radiação na altura do acidente.
O sarcófago é enorme, construído com mais de 7.700 toneladas de metal e 400.000 metros cúbicos de betão. Mas é frágil, não tem juntas soldadas ou aparafusadas, e pode ser facilmente derrubado por um terremoto, segundo o relatório.






Permanece em pé, não devido a engenharia, mas divido á força da gravidade, de acordo com a declaração. O desmantelamento será "extremamente complicado" e acontecerá sob condições de "alto risco nuclear e de radiação ", disse o comunicado.
Mas o plano é desmontar o sarcófago pedaço a pedaço, reforçando sempre as peças deixadas para que não entrem em colapso. Se colapsarem, o material radioativo pode ser libertado dentro do novo confinamento seguro, de acordo com a declaração.
As partes desmontadas serão então cortadas em pedaços menores, descontaminadas e transportadas em barris de transporte para serem processadas ou descartadas, marcando o fim de um gigantesco projeto que custará cerca de US $ 78 milhões.


Bill Gates exige energia nuclear

Fonte//LiveScience









Sem comentários:

Enviar um comentário