sexta-feira, 14 de junho de 2019

Estamos mais perto dos combustíveis sem carbono


O dióxido de carbono (CO 2 ) produzido quando os combustíveis fósseis são queimados é normalmente libertado na atmosfera
Os investigadores que trabalham com combustíveis sintéticos, também conhecidos como combustíveis sem carbono, estão explorando maneiras de capturar e reciclar esse CO 2. Na EPFL, esta pesquisa é constituída por uma equipe liderada pelo professor Xile Hu no Laboratório de Síntese Inorgânica e Catálise (LSCI).


Photo Carpoint

Petrolíferas gastam milhões a bloquear políticas para conter as mudanças climáticas



 Os cientistas deram recentemente um grande passo nesse campo ao desenvolver com sucesso um catalisador de alta eficiência que converte dioxido de carbono (CO 2) em monóxido de carbono (CO), um ingrediente essencial de todos os combustíveis sintéticos, bem como plásticos e outros materiais.
O novo processo é tão eficiente como os das tecnologias anteriores, mas com um grande benefício. "Até hoje, a maioria dos catalisadores usava átomos de metais preciosos como o ouro", explica o professor Hu. "Mas usamos átomos de ferro. Com correntes extremamente baixas, nosso processo alcança taxas de conversão de cerca de 90%, o que significa que ele se compara aos catalisadores de metais preciosos."






"O catalisador converte uma percentagem tão alta de CO 2 em CO porque estabilizamos com sucesso os átomos de ferro para obter uma eficiente ativação de CO 2", acrescenta Jun Gu, um estudante de doutorado e principal autor do artigo. Para ajudá-los a entender por que seu catalisador era tão ativo, os pesquisadores convocaram uma equipe liderada pelo professor Hao Ming Chen, da Universidade Nacional de Taiwan, que conduziu uma medição-chave do catalisador sob condições de operação usando raios X síncrotron.

 
Photo Carpoint

Toyota quer transformar ar em combustivel


Embora o trabalho da equipe ainda esteja em fase experimental, a pesquisa abre caminho para novas aplicações. Atualmente, a maior parte do monóxido de carbono necessário para produzir materiais sintéticos é obtida do petróleo. A reciclagem do dióxido de carbono produzido pela queima de combustíveis fósseis ajudaria a preservar recursos preciosos, além de limitar a quantidade de CO 2, um dos principais gases do efeito estufa, libertado na atmosfera.
O processo também poderia ser combinado com baterias de armazenamento e tecnologias de produção de hidrogênio para converter o excedente de energia renovável em produtos que poderiam preencher a lacuna quando a procura for superior á oferta.


O que aconteceria se deixassemos de usar o petroleo


Fonte//ScienceDaily

Sem comentários:

Publicar um comentário