segunda-feira, 27 de maio de 2019

Pentágono admite que investiga os OVNIS


A existência do Advanced Aerospace Threat Identification Program (Programa de Identificação de Ameaças Avançadas e  Aeroespaciais) não classificado (AATIP), surgiu em 2017, mas o projeto foi formalmente negado pouco tempo depois. Agora, foi revelado um detalhe interessante, mas que causou pouca surpresa.
Apesar de em várias ocasiões evitar a sigla “OVNI” e o que exatamente significa, o Pentágono agora recorreu a usá-lo, delineando em sua declaração recente, fornecida exclusivamente ao  New York Post , que uma de suas iniciativas “estava a pesquisa e investigação sobre fenómenos aéreos não identificados.


Photo Pixabay


Especialista em OVNIS alega a existência de base alienígena submersa




Enquanto o Departamento de Defesa informou, em 2012, que havia abandonado o chamado AATIP, o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais, o porta-voz do DoD admitiu que o departamento ainda está investigando avistamentos relatados de aeronaves alienígenas misteriosas.
O Departamento de Defesa está sempre preocupado em manter uma identificação positiva de todas as aeronaves no nosso ambiente operacional, bem como identificar qualquer capacidade externa que possa ser uma ameaça à Terra”, ressaltou Sherwood, acrescentando que o DoD continuará sua investigação sobre os EUA. Relatórios de pilotos militares de aeronaves não identificadas que eles encontram para fins de defesa, “para garantir proteção contra surpresa estratégica pelos adversários dos EUA”.






Vários especialistas na área já se referiram à revelação do DoD como “bombástica” e inédita em sua franqueza, sendo um deles Nick Pope, que secretamente investigou OVNIs para o governo britânico durante os anos 90. O autor de artigos sobre assuntos semelhantes, observou que as declarações oficiais anteriores eram ambíguas e "deixavam as portas abertas para a possibilidade de que a AATIP estivesse simplesmente preocupada com ameaças de que poderiam vir de uma nova geração de aeronaves, mísseis e drones". Ele continuou comentando que esta nova revelação deixa claro que eles realmente estudaram o que o público chamaria de “OVNIS”. Além disso, o uso do termo “UAP” indica que há influência britânica. Importa referir, que a UAP foi o termo que usamos no Ministério da Defesa para fugir á vulgarização do 'OVNI' ”, acrescentou Pope.


Photo Pixabay

Por que não estabelecemos contato com civilizações alienígenas?


A existência da AATIP foi conhecida em 2017, juntamente com um vídeo DoD de 33 segundos que mostra um objeto no ar sendo perseguido por dois jatos da Marinha ao largo da costa de San Diego em 2004.
O programa não foi classificado, mas era conhecido por ser ultra secreto e financiado pelo governo dos Estados Unidos para estudar objetos voadores não identificados. Embora o programa oficial de US $ 22 milhões da AATIP tenha terminado, um grupo de profissionais interessados ​​ampliou o esforço, fundando uma organização sem fins lucrativos chamada "Academia de Artes & Ciências To The Stars".

OVNIs podem ser máquinas do tempo vindas do futuro









Sem comentários:

Publicar um comentário