domingo, 19 de maio de 2019

ONU está preocupada com possível derrame de lixo radioativo


Entre 1946 e 1958, o governo dos EUA testou 67 armas nucleares nas Ilhas Marshall. Mais tarde, depositou os resíduos radioativos dos testes numa cratera numa das ilhas, colocando uma cobertura de betão com 18 centímetros de espessura sobre os resíduos.



Photo Steve Holloway

Novo reator nuclear elimina resíduos radioativos


Tudo foi feito para ser apenas uma solução de armazenamento temporária. A parte inferior da tela de contenção não estava alinhada. Como o temporário passou a definitivo, levantou recentemente a dúvida de o depósito está vertendo lixo radioativo para o Oceano Pacífico, o que seria devastador para o meio ambiente e para o povo da região.
Ao falar com estudantes em Fiji na quinta-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse que a presidente da Ilhas Marshall, Hilda Heine, estava muito preocupada com a possibilidade de derramamento desses resíduos radioativos.





Embora ele não tenha oferecido nenhuma solução específica para lidar com a cratera cheia de lixo, ele disse que "muito precisa ser feito em relação às explosões ocorridas na Polinésia Francesa e nas Ilhas Marshall", de acordo com a AFP, acrescentando que "isso está relacionado às consequências para a saúde, o impacto nas comunidades e outros aspetos".




Novo reator nuclear elimina resíduos radioativos


Fonte//Futurism

Sem comentários:

Publicar um comentário