quinta-feira, 30 de maio de 2019

Colapso do vulcão Cumbre Vieja pode arrasar cidades costeiras no Brasil e EUA

Um mega Tsunami pode atingir o Norte e Nordeste do Brasil e a Costa Leste dos USA.
Com ondas de mais de 100 metros de altura deslocando-se á velocidade 900 km/h pelo oceano podendo entrar mais de 20km em zonas costeiras de baixa altitude.
Isto poderá ser causado pelo vulcão Cumbre Vieja nas ilhas Canárias, onde uma gigantesca massa rochosa ameaça desprender-se do vulcão, na ilha de La Palma, e precipitar-se no mar. Quando tal acontecer, uma gigantesca onda atravessará todo o Atlântico, em direção ao continente americano.



Acredita-se que o último mega tsunami que atingiu uma área com população ocorreu há 4.000 anos. Geólogos dizem que tal evento é causado por gigantescos deslocamentos de terra, originados por uma ilha em colapso, como será o caso.
Cumbre Vieja é um vulcão com 2426 metros de altura e resultou de um acumular progressivo de material que foi-se depositando ao longo do tempo.
A partir de certa dimensão, atinge massas que podem desequilibrar-se, tendo em conta o chamado ângulo de atrito interno, ou ponto de equilíbrio. À semelhança do que acontece com um monte de areia molhada, que se vai desfazendo à medida que cresce.



Photo ABC

O derreter dos glaciares provocam tsunamis assustadores


Segundo os cientistas, uma erupção do Cumbre Vieja, pode ocorrer entre dez e duzentos anos, e poderá provocar o deslizamento dessa enorme massa rochosa. Ao cair no mar, a gigantesca massa de rochas, provocará uma onda com cerca de cem metros de altura, que atravessará o Atlântico a uma velocidade de 900 quilómetros por hora. As vagas atingirão primeiro a costa ocidental da África. 






Quatro horas depois será a vez do continente português e Galiza, e mais tarde as ilhas britânicas. Passadas oito a nove horas, a parede de água alcançará a costa leste da América do Norte e das Caraíbas, com ondas que poderão chegar aos 50 metros de altura.
Os terremotos geralmente não produzem tsunamis com estas dimensões, a não ser que eles possam causar um grande deslocamento de terra debaixo de água. Normalmente tais tsunamis têm uma altura de dez metros ou menos (caso do Tsunami do Japão em Março de 2011).
Isto significa que as rochas deslocam a água em velocidade total em todo seu caminho no fundo. Se é em água profunda, o volume de água deslocado é muito grande e as partes baixas estão sob alta pressão, resulta numa onda que contém grande quantidade de energia.



Este é um fenómeno comum na evolução dos vulcões insulares. Há indícios disso na ilha do Fogo, Cabo Verde, e até mesmo na ilha da Madeira
Embora não se saiba quando tal acontecerá, os vulcanólogos não têm dúvidas. O deslizamento de terras provocaria um enorme tsunami, que atingiria a costa europeia, embora com menor intensidade, devido à orientação, sendo bem mais destrutivo no outro lado do Oceano Atlântico, afetando várias cidades americanas.

Cidades costeiras invadidas por “tsunamis” de gelo nos EUA





Fonte/Thoth3126  WortexMag





Sem comentários:

Publicar um comentário