terça-feira, 2 de abril de 2019

Venda de carros elétricos ultrapassa os convencionais na Noruega

Christina Bu, a secretária-geral da Associação de Veículos Elétricos da Noruega, disse na segunda-feira que 58,4 por cento dos novos carros vendidos no país em março eram elétricos, ultrapassando pela primeira vez os carros a combustíveis fosseis.
Christina Bu acrescentou que a participação dos carros elétricos no mercado nos primeiros três meses de 2019 foi de 48,4% e deve andar á volta de 50% durante todo o ano.

Photo Mobilize


Bateria de metanol permite mesma autonomia dos carros a combustão




"A Noruega mostra ao mundo inteiro que o carro elétrico pode substituir carros movidos a gasolina e diesel e ser uma contribuição importante na luta para reduzir as emissões de CO2",
 A Noruega, uma nação europeia rica de 5,3 milhões de habitantes, deu grandes incentivos para impulsionar as vendas de carros elétricos. Isentou taxas de importação de veículos e taxas de registo e imposto de venda aos compradores de carros elétricos para impulsionar as vendas. Os proprietários não pagam imposto e usam faixas de ônibus em centros urbanos congestionados. No entanto, estas benesses deverão acabar em 2021.



O parlamento norueguês aprovou a lei que obriga que todos os carros novos vendidos no país escandinavo sejam elétricos a partir de 2025.
Os países de todo o mundo estão tentando encorajar mais pessoas a comprar carros elétricos como parte do esforço para reduzir as emissões de carbono e combater as mudanças climáticas. A China, o maior mercado automobilístico do mundo, também forneceu grandes incentivos à medida que tenta reduzir o problema de poluição do ar do país e conquistar a liderança em novas tecnologias.



Bateria de metanol permite mesma autonomia dos carros a combustão

O protótipo da Honda E, o compacto elétrico de tração traseira

O futuro dos automóveis não será elétrico mas sim a hidrogénio


 Fonte//TechExplore



Sem comentários:

Publicar um comentário