segunda-feira, 29 de abril de 2019

O que acontecerá se um asteroide atingir a Terra


A Agência Espacial Europeia ESA, quer saber qual o comportamento das pessoas em caso de um asteroide atingir a Terra, e para isso nada melhor que as redes sociais.
O que aconteceria se um asteroide gigante colidisse com a Terra?
A cada dois anos, os astrónomos reúnem-se para simular o que fariam se um asteroide colidisse com o planeta. Cada participante recebe uma parte, como "governo nacional", "agência espacial", "astrônomo" e "oficial de proteção civil", informou a ESA.



Photo Pixabay

Pela segunda vez na história, uma nave espacial terrestre aterra num asteróide



É sempre um mistério como irá decorrer a simulação. Para descobrir, o público é convidado a assistir as atualizações ao vivo no canal @esaoperations do Twitter, que será veiculado a partir desta segunda-feira a sexta-feira (29 de abril a 3 de maio).
O exercício em si, parte da Conferência de Defesa Planetária de 2019 em Washington, DC, é realizado pelo Escritório de Coordenação de Defesa Planetária da NASA e pela Agência Federal de Gerenciamento de Emergências dos EUA.
"O primeiro passo para proteger nosso planeta é saber o que se passa", disse Rüdiger Jehn, chefe de Defesa Planetária da ESA, em comunicado. "Só então, com bastante atenção, podemos dar os passos necessários para evitar uma colisão de um asteroide ou minimizar os danos causados por um impacto."






Não está totalmente fora de questão que um asteroide possa atingir a Terra. Em abril de 2019, os cientistas identificaram cerca de 20.000 asteroides que possuem uma órbita próxima ao nosso planeta. Cerca de 150 novos asteroides próximos da Terra são descobertos todos os meses, com o número sempre a aumentar.
 A ESA observou que as novas tecnologias estão ajudando as agências espaciais a aprender mais sobre os asteroides. Por exemplo, os novos Telescópios Flyeye e Test-Bed da ESA, que deverão ser implantados em breve, ajudarão a ESA a encontrar, confirmar e entender a dinâmica dessas antigas rochas espaciais, disse a agência.



Photo Pixabay 


Astrónomos detetam exoplaneta com potenciais condições de suporte à vida




Enquanto isso, todos nós podemos participar da simulação da  ESA no Facebook assintindo aos dois vídeos de transmissão ao vivo da Conferência de Defesa Planetária. O primeiro começará às 8h (horário de verão da Europa Central) no domingo (28 de abril), e o segundo começará pela manhã (horário europeu do meio da tarde) na quinta-feira (2 de maio).

Cientistas afirmam que a humanidade está ameaçada pelos meteoros

O que pode provocar o fim da humanidade?



Fonte//LiveScience

Sem comentários:

Publicar um comentário