sexta-feira, 5 de abril de 2019

Cidade flutuante anti furacão, das Nações Unidas


Com a ameaça das mudanças climáticas, as Nações Unidas estão considerando as cidades flutuantes como uma forma de proteger as populações costeiras do aumento do nível do mar.
Na quarta-feira, o grupo intergovernamental revelou a Oceanix City, um conceito para uma dessas cidades flutuantes desenvolvido como uma parceria entre o arquiteto Bjarke Ingels e a Oceanix, uma empresa especializada na construção de estruturas flutuantes.


Photo Oceanix

Venda de carros elétricos ultrapassa os convencionais na Noruega


Cada Oceanix City é constituída por várias plataformas hexagonais, cada uma ancorada ao fundo do mar. As plataformas encaixariam-se para formar uma cidade flutuante totalmente auto-sustentável de 10 mil habitantes.
O projeto da cidade permitiria resistir a inundações, tsunamis e furacões de categoria 5, tendo em conta que os tipos de eventos climáticos extremos aumentam tanto em gravidade quanto em frequência devido às mudanças climáticas.





Photo Oceanix

Engenheiros do MIT e da NASA demonstram um novo tipo de asa de avião


Ao contrário de incontáveis conceitos anteriores, Oceanix City pode realmente se concretizar - graças ao apoio do United Nations Human Settlement Programme (UN-Habitat), a agência da ONU para o desenvolvimento urbano sustentável.

Durante a inauguração na quarta-feira, o diretor executivo da UN-Habitat, Maimunah Mohd Sharif, disse que a agência planeia trabalhar com a Oceanix, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts e o The Explorers Club para construir um protótipo Oceanix City ancorado no East River perto da sede da ONU em New York dentro de meses.


A energia hidrelétrica, excede as necessidades de todo o planeta

Painéis solares fotovoltaicos flutuantes à prova de furacões

Oslo cria rede de carregamento wireless para táxis eletricos




Fonte//Futurism



Sem comentários:

Publicar um comentário