quinta-feira, 7 de março de 2019

“Sol artificial” será concluído este ano na China


Em novembro passado, investigadores chineses anunciaram que o reator Experimental Advanced Superconducting Tokamak (EAST), um “sol artificial” projetado para imitar o processo de fusão nuclear que o Sol real usa para gerar energia, atingiu um marco histórico, alcançando uma temperatura de 100 milhões de graus Celsius.


Photo Youtube

Espanha aposta no hidrogenio como combustivel para automoveis



Agora, as autoridades estão dizendo que acreditam que vão concluir a construção de um novo sol artificial este ano, e afirmam que este dispositivo será capaz de atingir um marco na temperatura iônica, colocando-nos mais perto de aproveitar o poder da fusão nuclear.
No domingo, Duan Xuru, funcionário da Corporação Nacional Nuclear da China, anunciou durante a sessão anual da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês que os engenheiros concluiriam a construção do Tokamak HL-2M em 2019.





"O plasma do sol artificial é composto principalmente de elétrons e íons", disse Duan à comunicação social, de acordo com o Global Times , "e os dispositivos Tokamak existentes no país alcançaram uma temperatura dos elétrons de mais de 100 milhões de graus C no plasma central, temperatura iônica de 50 milhões de C, e é o íon que gera energia no dispositivo ”.






Desenvolvida célula de combustível de alta potência




De acordo com Duan, o Tokamak HL-2M conseguirá atingir uma temperatura de íon de 100 milhões de graus Celsius, cerca de sete vezes mais quente do que a temperatura real do íon do Sol. Isso vem de encontro com o que o Global Times chama de "um dos três desafios para alcançar o objetivo de aproveitar a fusão nuclear".
Se ele estiver certo, o dispositivo poderia servir de modelo para futuros reatores de fusão nuclear, realizando o sonho da energia limpa ilimitada, cada vez mais próximo de ser realidade.


Cientistas afirmam que só há uma saida: Energia Nuclear

Bateria solar inovadora do MIT pode abastecer uma pequena cidade

Tecnologia low-cost para dessalinizar a agua do mar




Fonte//Futurism





Sem comentários:

Publicar um comentário