sábado, 23 de março de 2019

Por que o tempo passa mais rápido à medida que crescemos


À medida que os seres humanos envelhecem adquirem sabedoria mas também todos nós sentimos o tempo passar mais rápido, como se voasse, ganhando velocidade de ano para ano.
 O engenheiro mecânico Adrian Bejan, da Duke University, acredita que descobriu o porquê e, assim como o envelhecimento, ele suspeita que isso é para todos não escapando ninguem.



Por que as mulheres ainda são atraídas por cavalheiros



Seguindo as leis físicas da vida e da evolução, Bejan argumenta que, à medida que vivemos os  nossos cérebros ficam mais lentos, é natural sentir como se estivéssemos perdendo tempo.
"As pessoas costumam se surpreender com o quanto se lembram de dias que pareciam durar para sempre na juventude" , disse ele .
 "Não é que as experiências deles fossem muito mais profundas ou significativas, é que ocorriam a alta velocidade".
Isso essencialmente significa que os nossos segundos, minutos e horas são inerentemente diferentes dos que contamos em nossos relógios.



"A sua perceção do tempo não é a mesmo de outro individuo, " escreve  Bejan.
"Por quê? Porque a mente jovem recebe mais informação durante um dia do que a mesma mente na velhice."
A hipótese de Bejan é baseada na maneira em como o cérebro interpreta a informação que nos chega. Os caminhos que processam a informação visual começam curtos, mas à medida que nossos neurônios amadurecem e crescem, eles criam caminhos cada vez mais longos no nosso cérebro.
Quando esses neurônios começam a envelhecer, o caminho se torna ainda mais longo à medida que a mensagem elétrica encontra cada vez mais resistência ao longo do caminho.
Simplificando, um cérebro mais velho leva mais tempo para processar o presente. Basta olhar para qualquer bebê e você notará que os olhos deles se movem muito mais rápido do que o seu, observando a cena num ritmo rápido.



"Dito de outra forma, se a expectativa de vida é medida em termos do número de imagens percebidas durante a vida, então a frequência de imagens mentais em idade jovem é maior do que na velhice",  escreve  Bejan.
Então, o que isso tem a ver com a duração percebida? Bem, quando um ser humano está focado no presente, digamos, quando estão esperando um panela de agua ferver, percebem que o tempo passou.
Isso ocorre porque estão verificando o presente com mais frequência, ajustando suas próprias perceções de tempo para corresponder a uma medida mais objetiva.

Em qualquer período de tempo, os idosos estão vendo menos imagens novas, e isso faz parecer que o tempo está passando mais rápido do que para os jovens.
"Os dias pareciam ser mais longos mais na juventude porque a mente jovem recebe mais imagens durante um dia do que a mesma mente na velhice."
Fonte// ScienceAlert



Sem comentários:

Publicar um comentário