sábado, 9 de março de 2019

Coreia do Sul e China usam chuva artificial para 'lavar' poluição do ar


A poluição do ar é um grande problema, mas é particularmente grave em Seul, a capital da Coreia do Sul. Assim as autoridades governamentais estão tomando medidas drásticas para tentar lidar com a poluição que cada vez mais se apodera da cidade.
O mais recente plano do Presidente Moon Jae-in é criar chuva artificial para lavar a atmosfera. É uma estratégia já há muito pensada, mas ainda não há evidências concretas de que isso realmente funcione.


Photo Folha Uol


The Ocean Cleanup inicia projeto para remover o plástico dos oceanos



A ideia é chamada de semear as nuvens, que consiste em libertar substâncias químicas específicas, geralmente por aviões, com a intenção de incentivar a formação de gotículas de água. A chuva que é criada então atrai as partículas de poluição que caem juntamente com a chuva.
Experiências anteriores foram inconclusivas sobre se semear as nuvens realmente funciona, e a própria Coreia do Sul fez uma tentativa fracassada de criar chuva de limpeza de ar em janeiro.
Até agora, a técnica tem sido usada para tentar garantir bom tempo para as Olimpíadas de Pequim e para resolver a escassez de água, mas só funciona se houver tipos específicos de nuvens, para começar a dar um impulso artificial à precipitação.
Há também um estudo em curso sobre a eficácia a longo prazo do uso da água para eliminar a poluição. A chuva pode limpar o ar de partículas poluentes, mas até que ponto é eficaz, é algo que os cientistas ainda estão investigando.






No entanto, a Coreia do Sul vai tentar outra vez. O projeto está sendo realizado em parceria com a China, já que muitas das partículas de poeira que poluem a atmosfera são originárias do país vizinho.
Aparentemente, a chuva artificial é gerada por cima do Mar Amarelo, a oeste da península coreana.
Tem sido uma semana particularmente má para a poluição do ar na região. A Associated Press informa que os níveis de concentração de poeira fina foram de 136 microgramas por metro cúbico em Seul na quarta-feira, sendo 75 microgramas por metro cúbico considerado "muito ruim" pelo Instituto Nacional de Pesquisa Ambiental na Coreia do Sul.

Isso é em relação às partículas ultrafinas menores que 2,5 micrômetros de diâmetro, ou PM 2,5. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda manter os níveis de PM 2.5 abaixo de 25 microgramas.
O governo também está tomando medidas para fechar centrais produtoras de energia a carvão antigas e vai disponibilizar mais dinheiro para purificadores de ar nas escolas.


Photo GettyImages

Califórnia ameaçada de erupções vulcanicas de alto risco



Seja qual for a eficácia ou não de usar a chuva artificial para eliminar a poluição, o certo é que algo tem que ser feito, e muito rapidamente. De acordo com estatísticas da OMS divulgadas no ano passado, 93% das crianças em todo o mundo com menos de 15 anos estão respirando ar poluído.
Em última análise, combater a poluição do ar a longo prazo, e todos os danos à nossa saúde e ao mundo natural que a acompanha, envolverá mudanças na maneira como vivemos e produzimos nossa energia.




Cientistas avisam que o oceano está ficando sem oxigênio

O que irá acontecer á humanidade se a Antártida colapsar

Os oceanos podem abrigar uma surpresa desagradável



Fonte// ScienceAlert



Sem comentários:

Publicar um comentário