domingo, 3 de fevereiro de 2019

Preocupante. Os oceanos estão a aquecer 40% mais rápido que era previsto


Os oceanos estão aquecendo mais rápido do que se pensava anteriormente. De acordo com um relatório publicado quinta-feira na revista Science por autores nos Estados Unidos e na China, isso estabeleceu um novo recorde de temperatura em 2018.

Photo Domtotal


Cientistas descobrem buraco gigante na Antártida



Durante anos, os cientistas alertaram para o aumento das temperaturas globais e do derretimento das camadas de gelo.
No entanto, na quinta-feira, os cientistas anunciaram que está acontecendo mais rápido do que o previsto, dizendo que o ano de 2018 foi o ano com temperaturas mais altas registadas nos oceanos.
O relatório afirma que os oceanos estão aquecendo até 40% mais rápido do que o painel das Nações Unidas determinou em 2014.




Tal aquecimento dos mares está prejudicando os recifes de coral e a vida marinha, e forçando os peixes a encontrarem águas mais profundas e mais frias. E isso está destruindo o ecossistema subaquático.
Por exemplo, as capturas de lagosta entraram em colapso em Connecticut e Rhode Islands nos Estados Unidos, e agora os pescadores do Maine apanham-nas, quando os crustáceos se deslocam para o norte.

Os gases de efeito de estufa aquecem o ar e, segundo os cientistas, o calor é absorvido pelos oceanos. E não há sinais de abrandar.
Na verdade, esses cientistas afirmam que os registos do aquecimento dos oceanos mostram que aumentaram, quebrando ao esperado anualmente a partir do ano 2000.



As alterações climáticas estão impedindo as plantas de processar o CO2



Fonte//AfricaNews



Sem comentários:

Publicar um comentário