domingo, 17 de fevereiro de 2019

Descoberta “porta para o Inferno” numa caverna de Midlands



Uma pequena caverna perto da cidade de Creswell, na Inglaterra, poderia ter sido considerada “uma porta de entrada para o inferno“, um portal para o submundo. Especialistas em património revelaram a maior concentração de marcas apotrópicas, ou símbolos para afastar o mal ou o infortúnio, alguma vez encontrados no Reino Unido.



Photo The Guaardian


Descoberta caverna que pode ser a maior do Canadá



As marcas, em Creswell Crags, um desfiladeiro de calcário na fronteira de Nottinghamshire com Derbyshire, incluem centenas de letras, símbolos e padrões esculpidos, numa época em que a crença na feitiçaria era generalizada. A escala e variedade das marcas feitas nas paredes de calcário e no teto de uma caverna que tem no centro um buraco profundo e escuro, não tem precedentes.
As marcas foram descobertas por acaso no local, que também abriga a única arte da era do gelo já descoberta no Reino Unido e acredita-se serem para proteger de bruxas e maldições
Paul Baker, diretor do Creswell Heritage Trust, disse que as marcas estavam à vista. Eles sabiam que estavam lá, mas não sabiam o que representavam, segundo o The Guardian.




A instituição foi alertada para as marcas no ano passado por Hayley Clark e Ed Waters. Ambos achavam que talvez houvesse duas ou três marcações, mas logo ficou claro que havia dezenas, centenas, talvez até mais de mil. “Estão em toda parte”, disse Baker.
As letras e os símbolos eram cristãos, mas não deveriam ser vistos nesse contexto, disse Alison Fearn, especialista em marcas de proteção da Universidade de Leicester. Do século XVI ao início do século XIX, quando as pessoas faziam marcas de bruxas, podia não ter havido associação com a religião.



As marcas nas cavernas encaixam-se na história local, já que a vila pós-medieval de Creswell costumava estar muito mais perto das cavernas.
John Charlesworth, intérprete dos simbolos das cavernas, disse que paisagens naturais já foram consideradas lugares assustadores. “Estes são lugares onde forças sobrenaturais num ambiente não-humano poderiam estar em ação”.




Marcas de rituais são normalmente encontradas em casas e igrejas, em portas e janelas, para afastar os maus espíritos. Eles já foram encontrados em cavernas, mas nunca nesta escala.
Creswell Crags chegou às manchetes em 2003, quando a arte das cavernas da era do gelo, incluindo figuras de pássaros, veados e cavalos, foi descoberta. O anúncio da última descoberta foi feito por Creswell Crags e Historic England.


Porque acreditamos em deuses? Nasce connosco ou aprendemos a acreditar?




Ronald Hutton, professor, disse que a descoberta foi extremamente importante e emocionante. “Parece o maior conjunto de marcas protetoras já encontradas em cavernas britânicas e possivelmente em qualquer lugar da Grã-Bretanha.”


Fonte//The Guardian




Sem comentários:

Publicar um comentário