quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Arqueólogos descobrem dezenas de múmias milenares no Egito



Foi descoberto um labirinto de túmulos no Egito contendo dezenas de múmias, de todas as idades, possivelmente datando da dinastia ptolemaica, que durou de 305 a 30 aC.
As múmias, que provavelmente pertenciam a uma família da classe média, foram descobertas no sítio arqueológico egípcio chamado Tuna el-Gebel , situada a oeste do rio Nilo, anunciou o ministério de antiguidades egípcias.

Photo LiveScience

Descoberta rampa que pode ter servido para a construção das grandes pirâmides


 Todas as múmias parecem estar em boas condições, de acordo com o ministro de Antiguidades Khaled El-Enany. Os arqueólogos encontraram múmias de crianças envoltas em linho, algumas das quais foram decoradas com uma antiga escrita egípcia chamada escrita demótica. Algumas das múmias dos homens e mulheres nas câmaras ainda tinham fragmentos da cartonagem colorida (um material feito de linho ou papiro e coberto de gesso) cobrindo os pés.
Segundo Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades, algumas múmias foram enterradas em sarcófagos de pedra ou de madeira; outros estavam deitados no chão do túmulo ou dentro de nichos.




A descoberta foi feita durante uma escavação conjunta do Ministério de Antiguidades e do Centro de Pesquisa de Estudos Arqueológicos da Universidade de Minya, no Egito. A missão conjunta começou a investigação de Tuna el-Gebel em fevereiro do ano passado, quando os arqueólogos descobriram um túmulo escavado na rocha. Aí descobriu-se um corredor que levava a uma escadaria inclinada que se abria para uma câmara retangular com várias mumias.

Os arqueólogos têm explorado os cemitérios de el-Gebel há cerca de 80 anos. Por exemplo, em 1934, arqueólogos anunciaram ter descoberto fragmentos pintados com cenas míticas em uma casa no local, mostrando episódios de lendas de Agamenon e Édipo, de acordo com um artigo do New York Times .
Em 2017, eles descobriram um cemitério em El-Gebel com catacumbas subterrâneas. E em fevereiro passado, foi a descoberta de um cemitério com sumos sacerdotes mumificados.



Múmia egípcia notavelmente bem preservada mas sem identidade



Fonte//LiveScience




Sem comentários:

Publicar um comentário