terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Hidrogénio,o combustivel limpo, atrai paises asiaticos



Enquanto nos países europeus tenta-se a todo o custo a introdução dos automóveis elétricos e, salvo alguns países do norte da europa, nem se fala em hidrogénio como combustível dos navios, os países asiáticos têm outra perspetiva em relação a este combustível nada poluente e acima de tudo infinito.
Numa entrevista recente ao The Korea Herald o Ceo da H2Korea explica o que poderá ser o uso do hidrogénio e as medidas necessárias para a sua implantação.
A tecnologia de hidrogênio, que visa substituir o uso de combustíveis fósseis, beneficiaria não apenas os fabricantes de automóveis, mas também outros nichos industriais tradicionais, como os construtores navais.



Photo ihs.


Qual o futuro das células de combustível


A perceção do mercado de que o esforço do governo pela tecnologia do hidrogênio é apenas para a Hyundai Motor. Isso porque outras empresas ainda têm dúvidas sobre os lucros que a tecnologia do hidrogênio poderá ter como negócio ”, disse Shin Jae-haeng, diretor de operações da H2Korea, um órgão financiado pelo Estado e criado para unir o governo e o setor privado no desenvolvimento da tecnologia de hidrogênio.

Abordando o potencial do hidrogênio como um negócio futuro confiável, Shin disse que poderia ajudar os construtores navais locais a encontrar um novo caminho.
A reputação da Coreia do Sul como o maior país de construçãonaval do mundo está perdendo seu terreno devido á redução de pedidos e à feroz concorrência de preços. A Hyundai Heavy Industries, a maior construtora naval do mundo, implementou recentemente um esquema de reestruturação que incluiu despedimentos em massa.






O que Shin sugeriu foi navios movidos a hidrogênio e navios para transportar hidrogênio liquefeito. O Japão criou uma cadeia de abastecimento internacional que liga à Austrália e Brunei para obter seu hidrogênio. E os navios de hidrogênio farão com que esse sistema de abastecimento funcione, disse ele. Embora seja líder em carros movidos a hidrogênio, a Coreia está muito atrasada no desenvolvimento de navios de hidrogênio.


Photo medium



"Acredito que os navios de hidrogênio têm potencial (de negócios), e somos capazes de concretizar isso, considerando a experiência da nação como um bom aluno.”



A procura por navios “verdes” vai crescer. Fala-se há anos sobre embarcações elétricas movidas a bateria, e houve um enorme aumento de pedidos de navios movidos a gás natural liquefeito. Mas o hidrogênio poderia se sobressair particularmente no campo do transporte marítimo, onde se poderia transportar as mercadorias sem produzir gases de efeito estufa.

A Organização Marítima Internacional (IMO) anunciou que reduzirá as emissões de gases de efeito estufa da indústria naval para metade até 2050, e tornará os navios 100% limpos de CO2 até 2100. Esses esforços globais levarão os armadores a abandonar os navios a diesel e substituí-los por navios verdes.

"O hidrogênio ainda está em território pouco conhecido, mas estamos de alguma forma caminhando em direção ao mundo movido a hidrogênio, com base no consenso internacional construído para lutar contra as mudanças climáticas", disse Shin, que ocupou vários cargos no Ministério de Energia antes de ingressar na H2Korea.

Fundada no ano passado, a H2Korea, juntamente com o Ministério da Energia é uma plataforma para promover o uso do hidrogênio como uma nova fonte de energia.
Também coordena a participação de empresas numa empresa específica, criada para construir mais estações de reabastecimento de hidrogênio. A“joint venture” de 15 empresas, que inclui a Hyundai Motor, a Hyosung Heavy e a SK Gas, busca mais investimentos corporativos para construir um total de 100 estações de reabastecimento até 2022.


Photo Airliquide

Empresa norueguesa vai usar biogás como combustivel dos seus navios




Para incentivar a participação corporativa, Shin disse que o governo precisa ter políticas consistentes para garantir a continuidade dos negócios, construir mais infraestruturas para viabilizar os negócios nos estágios iniciais e dar mais incentivos.
"Os subsídios do governo para carros movidos a células de combustível são cruciais para promover a conscientização pública do hidrogênio", disse ele, tendo em conta que o Ministério do Meio Ambiente continua relutante em expandir o uso de carros movidos a hidrogênio.

Artigo Publicado no KoreaHerald em 12 de Setembro de 2018
Fonte//KoreaHerald











Sem comentários:

Publicar um comentário