sábado, 22 de setembro de 2018

TESS descobre 2 exoplanetas

A Transmission Exoplanet Survey Satellite da NASA está a funcionar há menos de dois meses, e já encontrou outros planetas. O telescópio espacial de busca a exoplanetas encontrou dois planetas prováveis , e há muito mais em preservativa.

Os dois planetas são chamados Pi Mensae c, orbitando a estrela anã amarela brilhante Pi Mensae, a menos de 60 anos-luz da Terra; e LHS 3844 b, estrela anã vermelha em órbita LHS 3844, a menos de 49 anos-luz de distância.

A TESS realizou suas primeiras observações  no dia 25 de julho, e suas primeiras observações científicas oficiais começaram em 7 de agosto. Até agora, eles são apenas planetas provaveis, ainda a serem validados pelo processo de revisão final. Se se comprovar, eles entrarão para a história como as duas primeiras descobertas da TESS.

Ambos os planetas parecem ser parecidos com a Terra e rochosos, mas nenhum deles é habitável de acordo com nossas diretrizes ,ambos estão muito próximos de suas estrelas para ter a água  em estado líquido.

Veja Tambem Físico brasileiro desenvolve uma hipótese que pode derrubar a teoria do Big Bang


Pi Mensae c, o primeiro planeta , é uma super Terra, registando um pouco mais que o dobro do tamanho da Terra. Está  muito próximo do Pi Mensae ,  demorando a completar uma orbita em apenas 6,27 dias. Uma análise preliminar indica que o planeta tem um núcleo de ferro rochoso e também contém uma proporção substancial de materiais mais leves, como água, metano, hidrogênio e hélio ,embora seja necessário uma pesquisa mais detalhada para confirmar isso.

Mas este não é o primeiro planeta  orbitando Pi Mensae. Há também o Pi Mensae b , um enorme planeta com 10 vezes a massa de Júpiter descoberto em 2001. É muito mais distante do que Pi Mensae c, e tem uma órbita de 2.083 dias.

 

LHS 3844 b é um pouco menor, classificado como "Terra quente". É um pouco mais de 1,3 vezes o tamanho da Terra e tem uma órbita incrivelmente curta de apenas 11 horas. Já que os dois estão tão próximos, é muito provável que o planeta esteja cheio de radiação estrelar, demasiado para reter uma atmosfera.

Veja Tambem As deslumbrantes auroras de Saturno


A TESS precisa de um pouco de tempo para recolher dados suficientes para identificar um exoplaneta. Como seu antecessor Kepler, ele usa o que é conhecido como o método de trânsito para deteção, -varrendo o espaço e fotografando uma região do céu várias vezes, procurando por mudanças no brilho das estrelas no raio de alcance das camaras.

 

Quando uma estrela escurece repetidamente e regularmente, isso é uma indicação de que um planeta está passando entre ela e a TESS.

Medindo  a quantidade que a luz e a espectroscopia Doppler ,isto é, mudanças na luz da estrela enquanto ela se move levemente para trás e para frente devido á atração gravitacional do planeta,os astrônomos podem obter detalhes sobre o planeta, como seu tamanho e massa.

 

Usando este método, o Kepler descobriu 2.652 planetas confirmados até hoje entre a primeira e a segunda missão, localizadas entre 300 e 3.000 anos-luz de distância. Kepler ainda está operacional, mas já funciona mal. É só uma questão de tempo até ficar completamente sem energia.

[embed]https://youtu.be/evHF_mnIdj4[/embed]

A busca do TESS é feita muito mais perto, com alvos entre 30 e 300 anos-luz de distância, estrelas mais brilhantes do que as observadas por Kepler..

 

Quando um planeta passa na frente de uma estrela, ele tem um efeito sobre a luz da estrela, alterando-a com base na composição de sua atmosfera

 

Fonte//SienceAlert

Pela segunda vez na história, uma nave espacial terrestre aterra num asteróide

A sonda japonesa Hayabusa 2 , lançada em Dezembro de 2014, chegou á órbita do asteroide 162173 Ryugu em junho passado. Sexta-feira 21 Setembro,, o primeiro de dois pequenos "rovers" - MINERVA-II 1A saiu Hayabusa 2 para pousar no asteróide. O MINERVA-II 1B fará o mesmo  no início do próximo ano.




Quando estava prestes a pousar no asteróide, a rotação deste  deixou os cientistas da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), sem comunicação no o rover Só no sábado de manhã poderão descobrir o que aconteceu.

Se a aterragem foi bem sucedidas, o "rover" explorará a superfície de Ryugu com uma variedade de equipamentos científicos, incluindo sensores óticos e de temperatura e sete câmaras diferentes, observou a Space.com.

Apesar de seu nome, os veículos exploradores MINERVA [Micro Nano Experimental Robot Vehicle for Asteroid], que  pesam apenas um quilograma e medem sete polegadas de largura por 2,8 polegadas de altura, não rodam pela superfície do asteróide, eles saltitam


Veja Tambem Novo programa ‘Star Wars’ SpaceX está a estudar implantar armas em orbita dos EUA


"A gravidade na superfície do Ryugu é muito fraca, então um rover com rodas ou lagartas normais flutuaria assim que começasse a se mover", de acordo com a página de missão da JAXA. "Portanto, esse mecanismo de salto foi adotado para se deslocarem na superfície de pequenos corpos celestes. Espera-se que o rover permaneça no ar por até 15 minutos após um único salto antes de voltar ao solo, e se mova até 15 m horizontalmente. "



Além disso, os computadores dos rovers decidirão a trajetória, o que significa que não terão que esperar os atrasos na comunicação interestelar.

A nave mãe  também aterrará em  Ryugu, em 2019 para recolher amostras de material abaixo da superfície. Espera-se que a cápsula contendo a amostra retorne à Terra para análise no final de 2020.

A missão da Hayabusa 2 custa US $ 150 milhões e foi realizada com o Centro Aeroespacial Alemão e a agência espacial francesa CNES.

Veja Tambem Por que gira a Terra?


Estima-se que o asteróide tenha até US $ 80 biliões em níquel e ferro,  podendo ser o lançamento da mineração espacial é a próxima grande novidade.

Mas também há uma ameaça significativa de que o Ryugu de um quilómetro de diâmetro possa atingir a Terra um dia, de acordo com a NASA. Além disso, a poeira recolhida da sua superfície é antiga, remonta aos primeiros tempos do sistema solar. Isso é inestimável para os astrónomos e astrofísicos que querem aprender mais sobre a formação do nosso sistema há 4,6 biliões de anos.



Fonte//SputnikNews

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou esta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico – material que é precisamente fabricado a partir deste recurso natural.

A inovadora tecnologia, designada de ReOil, é aplicada desde Fevereiro numa fábrica piloto da refinaria da OMV em Schwechat, perto do aeroporto internacional de Viena.

Através de um processo termo químico, a instalação gera cerca de 100 litros de petróleo por hora a partir de 100 quilogramas de resíduos plásticos. “O petróleo resultante já está completamente integrado na refinaria“, afirma a empresa em comunicado.

Veja Tambem  Os 15 maiores navios do mundo poluem mais do que todos os automóveis do planeta


No processo, os resíduos de garrafas de plástico triturados são aquecidos a mais de 300 graus com a adição de um solvente químico. Assim, o plástico, constituídos por compostos de hidrocarbonetos de cadeia longa (com 1, 2 e 4 átomos de carbono), transforma-se em compostos de petróleo de cadeia curta (5 ou mais átomos de carbono).

“No fim do processo, são criados dois produtos principais: um deles é o petróleo, e o outro é gás explorável”, explica a companhia, lembrando que, a partir destas matérias-primas, é possível produzir “gasolina, diesel ou plástico”

.Veja Tambem Chegaram as estradas de plástico


“Queremos aumentar a vida dos nossos produtos, que é exatamente o que estamos a conseguir com a nova fábrica”, afirma Rainer Seele, presidente da OMV, no comunicado.

Manfred Leitner, membro da Direção da OMV Downstream, que administra a refinaria, acrescentou que “esta tecnologia permite reutilizar um barril de petróleo várias vezes, queimar menos plásticos residuais e reduzir os gases do efeito estufa”.

Veja Tambem  Nova Zelândia planeia proibir sacos plásticos até julho de 2019


A OMV investiu até agora cerca 10 milhões de euros no projeto. A empresa planeia investir numa segunda instalação deste tipo nos próximos anos e calcula que poderá reciclar assim cerca de um terço dos plásticos residuais gerados na Áustria, um país com quase 9 milhões de habitantes.

A OMV, maior empresa de petróleo e gás do leste e da região central da Europa, controla a patente deste processo para o continente e para Estados Unidos, Rússia, Austrália, Japão, Índia e China, entre outros países.

Fonte// EFE

Criatura marinha pulsante encontrada numa praia da Nova Zelândia

Uma família da Nova Zelândia ,quando passeava numa praia a norte de Auckland,  encontrou uma mancha bizarra cor de rosa que fazia lembrar um vulcão.

A criatura, parecia um espécie de água-viva enorme. Tem um corpo exterior segmentado de  branco, com um vermelho garrido por dentro, e  um aspeto  alienígena.

“Havia medusas por toda parte, e foi então vimos essa enorme, diferente de todas as outras” explicou Eve Dickinson ao Auckland Now .

"Estivemos horas olhando para ela por causa de suas lindas cores e forma. Meu filho disse que parecia um vulcão."

O que realmente  os Dickinsons encontraram na praia de Pakiri é uma medusa juba-leão ( Cyanea capillata ), também conhecida como a água-viva gigante ou medusa de cabelo, porque que debaixo da sua forma de cogumelo, há centenas tentáculos finos  fazendo lembrar cabelo. Mas quando encalha numa praia, a forma achatada faz com que pareça uma criatura alienígena

Veja Tambem O Triângulo das Bermudas: um terreno fértil para ondas malignas ou um acumular de erros humanos?


 

A juba de leão é, na verdade, a maior espécie conhecida de água-viva, e pode ser encontrada em todo o mundo, do Ártico à Austrália e Nova Zelândia.

Normalmente têm cerca de 50 centímetros de largura, mas acredita-se que o maior já descoberto tenha chegado à baía de Massachusetts em 1870 . Ele tinha um enorme diâmetro de 2,3 metros.

A técnica de biologia marinha Diana Macpherson, do Instituto Nacional de Pesquisas Atmosféricas e Aquáticas da Nova Zelândia, diz que essas medusas são bastante comuns nas ilhas, mas não tão perto do final do inverno.

 

Fonte //SienceAlert

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Cão nasce com duas cabeças no Peru

Um filhote de duas cabeças de aparência bizarra nasceu recentemente numa ninhada de seis cachorros de uma cadela de raça cruzada na cidade peruana de Bagua.

Percy Huangal Ortiz, o dono do cachorro, , disse à emissora de TV peruana ATV que ficou surpreso com a aparência do filhote e que pretende cuidar dele, independentemente da sua deficiência.

[embed]https://youtu.be/BDlmlFgojzM[/embed]

Veja Tambem Max, o cão eleito presidente.

Fonte//SputnikNews

Descoberto ponto brilhante perto de uma estrela de nêutrons

Foi detetado um sinal misterioso emanando próximo a uma estrela de nêutrons.

As estrelas de nêutrons, que contêm mais massa do que o sol, mas tem um diâmetro de apenas alguns quilômetros e são objeto de intensa observação astronômica.

Os cientistas descobriram um desses objetos ultradensos emitindo radiação infravermelha mais brilhante do que esperavam e numa área muito ampla, maior do que o nosso sistema solar.

O que poderá ser a origem desse estranho sinal? Existem algumas hipóteses para explicá-lo. Qualquer uma delas, se comprovada, seria uma descoberta importante.

Estrela de nêutrons e infravermelho

Quando uma estrela atinge o fim de sua vida, normalmente torna-se numa supernova e depois explode. Depois do colapso, se tiver massa suficiente, forma um buraco negro. Se não tiver, forma uma estrela de nêutrons.

Como o nome sugere, tal estrela é composta principalmente de nêutrons compactos. Se for altamente magnetizada e girar com rapidez suficiente para emitir ondas eletromagnéticas, é chamada de pulsar.

No entanto, um grupo internacional de cientistas da Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA), Universidade do Arizona (EUA) e Universidade Sabanci (Turquia) observou algo interessante nos dados do Telescópio Espacial Hubble, da NASA: um longo sinal de luz infravermelha emitido perto de uma estrela de nêutrons.

Veja Tambem O que aconteceu com a galáxia irmã da Via Láctea?


Esse sinal, a cerca de 800 anos-luz de distância, era “estendido”, o que significa que estava espalhado por uma grande area, ao contrário de sinais “pontuais” típicos de estrelas de nêutrons que emitem raios-X.

Especificamente, o sinal estende-se por 200 unidades astronômicas (UA) no espaço, ou 2,5 vezes a órbita de Plutão ao redor do sol.

Sinais estendidos semelhantes já foram observados antes, mas nunca infravermelho. Com base nesses dados anteriores, a quantidade de radiação infravermelha é muito maior do que uma estrela de nêutrons  costuma emitir.

 

Assim, toda a emissão que os cientistas observaram provavelmente não vem só da estrel, há algo mais junto com ela. “A emissão está claramente acima do que a própria estrela de nêutrons emite, ela não vem apenas da estrela de nêutrons”, disse a principal autora do estudo, Bettina Posselt, professora da Universidade Estadual da Pensilvânia.



A estrela de nêutrons em questão, RX J0806.4-4123, é um dos pulsares de raios-X conhecidos coletivamente como os “Sete Magníficos”.

Esses pulsares giram muito mais lentamente do que estrelas de nêutrons típicas (uma rotação de RX J0806.4-4123 leva 11 segundos, enquanto pulsares normais giram em uma fração de segundo) e são muito mais quentes do que é normal.

Os Cientistas propuseram duas possibilidades para o que poderia ter se aproximado de RX J0806.4-4123 e emitido os sinais misteriosos.Um disco de poeira ou uma nebulosa de vento de pulsar.

Ambas as possibilidades representariam algo inédito para a astronomia.

Um disco de poeira, que poderia se estender por 28 bilhões de quilômetros em volta do pulsar, poderia ter se formado a partir dos remanescentes de uma estrela após uma explosão de supernova. Discos como esse já foram dados como existentes, mas nunca encontrados.

Veja Tambem Há uma pequena galáxia estranha orbitando a Via Láctea


A parte interna de tal disco provavelmente teria energia suficiente para produzir luz infravermelha. Isso também poderia explicar por que RX J0806.4-4123 é tão quente e gira tão devagar.

A segunda explicação é que talvez o sinal infravermelho venha de uma nebulosa de vento de pulsar próxima.O vento de pulsar pode se formar quando elétrons de uma estrela de nêutrons são acelerados num campo elétrico produzido pela rápida rotação e forte campo magnético da estrela.

O vento de pulsar é tão forte que faz um buraco no disco da estrela.

Conforme se move através do espaço, mais rápido que a velocidade do som, colide com o meio interestelar, aqueles minúsculos pedaços de gás e poeira que estão entre os grandes objetos celestes. A interação entre o meio interestelar e o vento do pulsar pode produzir o que é chamado de nebulosa de vento de pulsar, objeto capaz de emitir radiação infravermelha.

No entanto, essas nebulosas são tipicamente vistas emitindo raios-X, então uma nebulosa de vento de pulsar que irradia apenas infravermelho seria definitivamente uma descoberta interessante.

A observação poderia ter outras explicações?

Talvez. Por exemplo, a radiação infravermelha pode vir de trás do pulsar. Contudo, a análise da equipe revelou que tal coincidência seria muito improvável. Também excluiu a possibilidade de ser uma interação entre a luz e a poeira entre as estrelas.

Os cientistas agora vão observar o pulsar noutros comprimentos de onda de luz. Porém, para mais detalhes, terão que aguardar pelo desejado e atrasado Telescópio Espacial James Webb. Sua incrível precisão deve ser capaz poder visualizar o que os cientistas procuram, e concluir se é um disco ou uma nebulosa.

 

Fonte//Hypescience

Aranhas invadem parte da cidade grega de Aitoliko.

Se tem medo de aranhas, esta cena vai lhe parecer um pesadelo.

Uma área com cerca de 300 metros ficou coberta de teia de aranha na Grécia ocidental, na cidade de Aitoliko.

Como pode ver no vídeo abaixo, a teia cobre tudo, perto de uma lagoa nas margens da cidade.

As aranhas, provavelmente do gênero Tetragnatha, são vulgarmente conhecidas como aranhas de estiramento devido a seus corpos alongados de aparência esticada. Vivem por todo o mundo, incluindo os EUA e a Europa, e habitualmente cobrem zonas com as suas teias perto de habitats aquáticos, podendo até algumas espécies podem andar na água

Veja Tambem Mergulhadores encontram lula gigante numa praia da Nova Zelândia



Estas aranhas não são perigosas para os seres humanos e não causam nenhum dano à flora da região são as explicações de uma bióloga molecular da Democritus University of Thrace, Maria Chatzaki.

Ela também aponta que esta não é a primeira vez que isso acontece, e é um fenômeno relativamente comum que pode ocorrer a cada dois anos. Quando as aranhas encontram abundancia de alimentos, altas temperaturas e humidade suficiente, que são as condições ideais para formar grandes comunidades, fazem-no e causam estes fenómenos.

O mesmo aconteceu em 2015, em Dallas no Texas, onde as aranhas cobriram uma área equivalente a um campo de futebol. Segundo a bióloga Chatzaki quando se combinam as condições certas as aranhas aproveitam e acasalam provocando uma explosão populacional.

Veja TambemChina vai abrir parque para pandas com quase um quinto da área de Portugal


Os habitantes locais provavelmente deveriam agradecer ás aranhas pois , já que uma das coisas que elas  mais comem são os mosquitos, que já estavam em demasia na zona, mas como é compreensível, não gostam muito da ideia de estarem a viver ao lado de um cenário digo do Halloween.



Fonte//SienceAlert




Thor's Well , a caverna parece esvaziar o mar

No Oregon, há um sítio chamado Thor's Well que parece drenar o oceano constantemente para o subsolo.

Publicado no Reddit por um habitante de Dallas Brad DeWald , a fotografia mostra um buraco no litoral que parece esvaziar-se  e encher com as ondas.

Na realidade, o buraco tem cerca de 6 metros de profundidade, e por vezes está vazio ou completamente coberto por água.Imediatamente antes e depois da maré cheia, Thor's Well faz um show com repuxos e com ondas saem do buraco e voltam a entrar.

É possível se aproximar para tirar a foto, mas é preciso muito cuidado, e há sempre uma ao perigo de ser apanhado por ondas grandes

Em 2016 o Oregon Live menciona três turistas atingidos por ondas surpreendentemente grandes enquanto olhavam para o poço.

Eles não morreram, mas há registo de pessoas que morreram na costa do Oregon quando ondas enormes atingem a praia sem aviso prévio. Em 2016, um dono de café em Coos Bay, Oregon, captou uma dessas ondas aterrorizantes num vídeo.

Veja Tambem A circulação dos oceanos diminuiu drasticamente e nao se deve ás alterações climáticas


 

Embora a costa acidentada do Oregon e os mares revoltos sejam perigosos, não há nada particularmente mortal ou mesmo misterioso sobre o poço de Thor’s Well em si. O buraco é uma entrada superior de uma caverna escavada naturalmente no basalto. A outra entrada da caverna, no fundo do poço, liga diretamente ao mar. Na maré baixa, as ondas entram e saem da caverna.

 

Na maré alta, Thor's Well (homenagem ao Deus nórdico do trovão) enche-se de água, e quando a pressão é muita, dispara um jato de água. No refluxo a água volta a entrar no buraco parecendo estar a ser sugada para as entranhas de terra, num ciclo aparentemente infinito.

 

Fonte//LivesCiense

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Múmia egípcia notavelmente bem preservada mas sem identidade

Um grupo de arqueólogos descobriram várias múmias egípcias antigas, incluindo os restos de um indivíduo notavelmente bem preservado, num túmulo na margem oeste do rio Nilo, informou o Ministério de Antiguidades do Egito num comunicado divulgado a 18 de Setembro

O túmulo com 2.500 anos, localizado em Aswan, no sul do Egito, provavelmente foi usado como cemitério comunitário, disse Abdel Moneim Saeed, diretor de antiguidades da Aswan e Nubia no Ministério de Antiguidades do Egito.

Entre as múmias descobertas neste túmulo comunitário está a de um indivíduo notavelmente bem preservado, envolto em bandagens de linho, que os arqueólogos encontraram num sarcófago de arenito. Não há nada escrito no sarcófago, pelo que a identidade da múmia não e conhecida. Estão a ser feitas pesquisas para tentar descobrir a identidade da múmia.

Veja Tambem Arqueólogos descobrem ‘túmulos misteriosos’ da era de Cleópatra


Três outros túmulos foram descobertos perto do perto. Restos de pinturas, alguns dos quais com textos hieroglíficos, foram encontrados, assim como pedaços de sarcófagos de argila.

Todos os túmulos contêm os restos de amuletos feitos de faiança (cerâmica vidrada). Imagens divulgadas pelo ministério mostram que alguns dos amuletos têm a forma de deuses egípcios, como Anúbis, o deus egípcio dos mortos. Os arqueólogos também descobriram a cabeça de uma estátua de arenito num dos túmulos, embora não esteja claro quem a estátua representa.

Veja Tambem A onda de calor revela detalhes do passado da Inglaterra


Pensa-se que as descobertas datam de uma época a que os historiadores modernos chamam de período tardio, que durou de 712 aC a 332 aC. Durante esse tempo, o Egito estava sob controlo de potências estrangeiras, como Kush (um antigo reino localizado ao sul de Egito), Assíria e Pérsia. O período terminou quando Alexandre, o Grande, conquistou o Egito em 332 aC

Não está claro se alguma das pessoas enterradas nesse túmulo era membro de algum desses grupos estrangeiros, mas os arqueólogos esperam resolver esse mistério em breve e depois de uma profunda analise ás múmias e aos artefactos.

Fonte//LivesCiense

O risco de tsunami no Reino Unido é muito mais elevado do que se julga

Há cerca de oito mil anos ocorreu um enorme deslizamento submarino na costa da Noruega, que gerou um gigantesco tsunami de 20 metros de altura que atingiu as ilhas Shetland, no Reino Unido. Esse deslizamento foi nomeado de Storegga Slide

Os cientistas pensavam que esse tsunami destruidor, que também atingiu a Escócia, a Noruega e a Groenlândia ,era tao raro que tinha a probabilidade de acontecer de dez mil em dez mil anos  ate que foram descoberto factos que mudam tudo.

Uma nova pesquisa descobriu evidências de que o Reino Unido tem sido atingido por tsunami  muito mais frequentemente do que se imaginava, com a descoberta  de vestígios de dois tsunami, ate agora completamente desconhecidos, que atingiram as Shetland milhares de anos após o Storegga Slide.

"Encontramos areias com idades entre 5.000 e 1.500 anos em vários locais nas  Shetland, até 13 metros  acima do nível do mar", diz a geógrafa física Sue Dawson, da Universidade de Dundee, na Escócia.

"Esses depósitos têm um caráter sedimentar semelhante ao do evento Storegga e podem, portanto, estar ligados a uma inundação provocada por um tsunami."

Veja Tambem O derreter dos glaciares provocam tsunami assustadores


Embora esses tsunami recém-descobertos nos possam parecer distantes, ocorrências  muito parecidas com o Storegga Slide são até mais comuns e, significa que esses tsunami gigantescas são mais comuns no Reino Unido do que pensávamos.

Contabilizados os novos acontecimentos, triplicou o número de tsunamis conhecidos registrados no Reino Unido nos últimos 10.000 anos ,o que sugere que a ameaça de tsunamis nas costas britânicas, embora raros, é significativamente maior do que o previsto. .

Dave Tappin,  um dos cientistas do British Geological Survey  explicava “Eles são muito mais frequentes do que se pensava e,  1.500 anos e consideravelmente recente e muito mais á um de há 500 , Isso significa que o perigo - o risco - é muito mais sério do que pensávamos anteriormente

Calcular a extensão desse risco é agora o objetivo da equipa.


Usando uma máquina de tomografia computadorizada, os cientistas estão analisando detritos e areia transportados por esses tsunamis antigos e lançados em locais como nos lagos de Basta Voe e Dury Voe, nas ilhas Shetland, conseguindo assim uma perspetiva a 3D.

Veja TambemGrande terremoto no Anel de Fogo pode destruir Califórnia


Este é um detalhe indicará em qual direção para onde a onda se deslocava, identificará os elementos presentes na areia e muito mais. Esta será a primeira vez que tal nível de detalhe será conseguido desses tsunami pré-históricos.

Além de investigar essas areias, esta pesquisa faz parte de um projeto dedicado a entender como deslizamentos de terra subaquáticos criam tsunami.

Usando modelos teóricos, o objetivo é reproduzir os tsunami de á 1.500 e 5.000 anos, simulando deslizamentos de submarinos, juntamente com um modelo de elevação digital das ilhas Shetland, e ver até onde as ondas chegam.

Acredita-se que os deslizamentos submarinos sejam desencadeados por terremotos, mas os cientistas ainda estão estudar como acontecem.

Veja TambemNovo mapa de alta resolução da Antártica mostra detalhes impressionantes


O que está claro é que esses fenômenos podem induzir mudanças estruturais maciças na paisagem submarina.

No que diz respeito ao de Storegga Slide , o colapso foi de cerca de 290 da plataforma costeira, deslocando um volume de rocha equivalente à área da Islândia a uma profundidade de 34 metros .

O que mais assusta é que estes fenómenos podem ocorrer em qualquer lugar do oceano, e nem exigem um leito oceânico inclinado para que estes deslizamentos aconteçam.

Fonte//SienceAlert

Novo programa 'Star Wars' SpaceX está a estudar implantar armas em orbita dos EUA

Em julho de 2018, o subsecretário de Defesa para Pesquisa e Engenharia, Michael Griffin, pediu que fossem colocados satélites com sensores espaciais para detectar lançamentos de mísseis balísticos logo no inicio do lançamento. Ele também sugeriu armas para intercetar esses misseis colocadas em órbita

.O presidente e diretor de operações da SpaceX, Gwynne Shotwell, anunciou durante a conferência anual da Associação da Força Aérea que a companhia espacial está pronta colocar em orbita "armas ofensivas" .

"Se é para a defesa deste país, sim, acho que sim", disse ele.

 

Veja TambemTrump avisa Irão: “NUNCA, NUNCA MAIS voltem a ameaçar os Estados Unidos”


Anteriormente, o subsecretário de Defesa para Pesquisa e Engenharia, Michael Griffin, havia dito em julho de 2018 que os EUA precisam implantar uma rede se sensores no espaço para poder detectar lançamentos de mísseis balísticos hipersônicos.

Ele sugeriu ainda a instalação de 1.000 armas de interceção de mísseis no espaço, alegando que custaria menos do que o Departamento de Defesa dos EUA gastou nos últimos anos na defesa contra mísseis, mas seria mais eficaz.

 

Fonte//SputnikNews

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Mais da metade dos empregos de hoje serão robotizados até 2025

Um estudo do Fórum Econômico Mundial divulgado na segunda-feira afirma que, até 2025, os robôs realizarão mais da metade das tarefas atuais, acabando com alguns empregos, mas criando mais dos que acabarão.

Até 2025, mais da metade de todas as tarefas atuais no local de trabalho serão realizadas por máquinas, contra 29% hoje, segundo um comunicado divulgado na segunda-feira pelo Fórum Econômico Mundial (WEF), com sede em Genebra.

O relatório, intitulado " O Futuro dos Empregos 2018 ", prevê a automatização em massa dos setores de contabilidade, de gestão de clientes, industrial, e postal, que poderia criar 133 milhões de novas empregos contra de 75 milhões que serão extintos até 2022. "

No entanto, os empregos no setor de serviços, como vendas, marketing e atendimento ao cliente, aumentarão, assim como as funções de comércio eletrônico e mídia social.

A base dessas mudanças serão avanços em máquinas, algoritmos e  máquinas com a inteligência artificial (IA),.

Leia TambemGrande competição na China para a construção de robots sexuais


Os diretores do WEF afirmaram que, até 2022, a aviação, as viagens e o turismo terão que reciclar seus trabalhadores como consequência da invasão da robótica.

O relatório foi baseado em uma pesquisa com mais de 300 empresas globais numa ampla gama de indústrias, usando as opiniões dos  departamentos de recursos humanos, executivos de estratégia e CEOs, observou a CNBC.

A Business Tech informou na segunda-feira que uma pesquisa recente da Gartner mostrou que a maioria das pessoas considera bem-vinda a influência crescente da IA ​​, vendo-a como tendo o potencial de economizar tempo e dinheiro.

As conclusões da empresa de pesquisa e consultoria concluíram que 58% dos entrevistados usariam a AI se isso ajudasse a economizar tempo nas tarefas, e 53% a usariam se ela economizasse dinheiro. Embora os consumidores confiassem rapidamente na IA para analisar seus sinais vitais ou fornecer medidas de segurança baseadas na voz e no rosto, eles confiavam menos em analisar suas expressões faciais ou em tirar conclusões sobre suas emoções.

Leia TambemEngenheiro chinês construiu robot para recuperar 7,5 trilhões de litros de água potável


O tecnólogo previu que, com o grande aumento no trabalho robótico e na programação da IA, os campos STEM - ciência, tecnologia, engenharia e matemática, serão potencializados, em detrimento dos trabalhadores de outras áreas, que "começarão a ser deixado para trás sem recursos para manter-se. "

"Seria extremamente irreal esperar, por exemplo, que todo trabalhador da linha de montagem se tornasse um programador de computador, assim como não é realista esperar que todos os estudantes se tornem mecânicos", disse ele. "Numa sociedade que atendesse às necessidades dos trabalhadores, todo o trabalho seria igualmente valorizado. Infelizmente, o capitalismo não oferece essas garantias."

 

Fonte// SputnikNews

Avião russo com 15 soldados é derrubado pela defesa síria

 
O avião de reconhecimento da Rússia que desapareceu dos radares sobre o Mediterrâneo foi derrubado pela defesa antiaérea síria, anunciou nesta terça-feira o Exército russo, que acusou Israel de bombardeios “hostis” contra a Síria e ameaçou com represálias.

“O Il-20 foi abatido por um sistema de mísseis S-200 do exército sírio na segunda-feira, o que provocou a morte dos 15 membros da tripulação”, anunciou o ministério russo da Defesa.

Leia Mais Queda de antigo avião militar na Suíça deixa 20 mortos


O porta-voz do exército russo, Igor Konashenkov, acusou Israel de ser responsável pelo incidente, ao executar uma operação armada contra Latakia, reduto na Síria do presidente Bashar al-Assad, sem ter alertado Moscou.

“Consideramos hostis estas provocações da parte de Israel e nos reservamos o direito de responder de maneira adequada”, advertiu.

via Fonte//Exame

Max, o cão eleito presidente.

Conhecido pelos moradores locais como o prefeito Max, um golden retriever de gravata que faz de presidente da Camara de Idyllwild há cinco anos.

Pode parecer irreal, mas a pequena cidade californiana de Idyllwild escolheu um golden retriever adorável com um nome nobre , Maximus Mighty Dog Mueller II - para ser seu presidente.  E agora sim  há um político em quem se pode confiar!



Seu papel é tornar o mundo um lugar melhor, transmitindo amor incondicional e fazendo tantas boas ações para os outros. Meu papel como chefe de equipa é ajudar a administrar o gabinete da presidência de Idyllwild, então, na verdade, administramos o escritório do presidente, ”afirmou a Phyllis Mueller, chefe de gabinete do presidente Max.

Leia TambemAnimais africanos conhecem a neve


O presidente Max e seus deputados peludos, que também são golden retrievers, são convidados ilustres em ações de caridade, angariação de fundos e inaugurações.

Idyllwild não tem presidente humano real. Max está no cargo há cinco anos, tendo sucedido ao seu tio, que se tornou o primeiro presidente de Idyllwild em 2012.

Há seis anos , Idyllwild decidiu eleger seu primeiro presidente. Tinha que ser um residente local, mas o candidato não poderia concorrer sozinho, teria que ter e  cuidar um animal de estimação. Nas eleições concorreram 14 cães e dois gatos e foi decidido fazer uma eleição para conseguir dinheiro para o resgate de animais. Então foi pago US $ 1 por voto e as pessoas foram incentivadas a ir votar.

Leia MaisRussia cria “Parque Jurassico” para clonar animais extintos


Toda a comunicação social está absolutamente apaixonada por Max, que terá um papel cerimonial durante toda a sua vida ,o que faz dessa pequena  cidade uma atração para os turistas que adoram de ver o golden retriever que se tornou  muito mais do que melhor amigo do homem

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Engenheiro chinês construiu robot para recuperar 7,5 trilhões de litros de água potável

Um engenheiro de 28 anos construiu um robô que poderia recuperar 7,5 trilhões de litros  de água potável perdida em todo o mundo. Quando Wu era criança, na China, as autoridades cortavam a água na cidade onde vivia, meio dia por semana em nome da conservação.

Isto levou a que  Wu se interessasse pela escassez de água, tendo escolhido estudar  o assunto mais profundamente depois de se mudar para os Estados Unidos, há dez anos.

Graduado do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, atualmente com 28 anos, desenvolveu um robô para encontrar derrames nas canalizações de água.

Á medida que o robô se move juntamente com a água dentro do tubo, os sensores descobrem as forças de sucção causadas por roturas e derrames.

Wu demorou cinco anos para criar um protótipo funcional. A versão atual, Lighthouse, foi lançada em janeiro, pouco depois de Wu ser nomeada para a lista 2018 '30 Under30 'da Forbes.

Leia MaisKalashnikov desenvolve novo super-carro elétrico para competir com a Tesla


Wu e seu amigo de faculdade, Tyler Mantel, estão agora trabalhando para expandir seus negócios, a WatchTower Robotics , que eles fundaram em junho - com o apoio do Techstars Sustainability Accelerator .

A Carta de Relatório de Infraestrutura da Sociedade Americana de Engenheiros Civis de 2017 estima que haja 240 mil ruturas nos Estados Unidos por  ano, o equivalente a desperdiçar mais de 7,5 trilhões de litros de água potável tratada por ano. Cerca de 20% da água potavel em todo o mundo é perdida diariamente, de acordo com a WatchTower Robotics.

Muitos métodos de deteção de derrames estão disponíveis no mercado, mas essas opções dependem da escuta de sons causados ​​por vibrações das canalizaçoes e redução de pressão. Concentrar-se na acústica não funciona bem nas cidades por causa dos níveis de ruído, disse Wu, acrescentando que seu robô Lighthouse é eficaz tanto nas cidades quanto nas áreas rurais.

O robô foi concebido para inspecionar os canos sem interromper o serviço de abastecimento  de água, e pode ser colocado nos canos e em junções de três vias. A partir daí, um sistema de análise cria um mapa que informa aos operadores da rede onde estão os derrames, o tamanho do mesmo e a probabilidade de rotura total.

Leia MaisGrande competição na China para a construção de robots sexuais


Até agora, os robôs foram testados na Arábia Saudita, Virgínia e no Reino Unido.

A WatchTower Robotics também está conduzindo programas piloto em Massachusetts com o Departamento de Águas de Cambridge e na Austrália com a empresa de serviços de deteção de controlo de derrames, Detection Services.

O robot de Wu também foi recentemente nomeado o vencedor nacional do James Dyson Award, uma competição internacional de design.

Leia MaisA energia resultante da fusão está perto


"Meu objetivo final é colocar nossas ferramentas robóticas nas mãos de técnicos em todas as cidades do mundo, para que cada cidade do mundo possa ter menos perda de água devido a roturas e suportar mais crescimento populacional", disse Wu.

 

Fonte// SienceAlert

A Grande Pirâmide de Gizé pode concentrar energia eletromagnética

Uma nova pesquisa teórica descobriu que a Grande Pirâmide de Gizé pode concentrar energia eletromagnética em suas câmaras internas e sob sua base.

Embora os antigos egípcios provavelmente não estivessem cientes dessa peculiaridade de design, o estudo realizado por uma equipe internacional de físicos pode ter aplicações importantes no campo de nano-partículas.

O método


Estamos rodeados de  radiação eletromagnética, incluindo a luz visível, de ondas de rádio e de micro-ondas. Por exemplo, a luz solar é uma forma de onda eletromagnética, além de muitas tecnologias domésticas comuns, como micro-ondas, rádios e Wi-Fi.

Como e do conhecimento geral  o Wi-Fi costuma ser fraco em certas áreas de nossas casas. Talvez devêssemos construí-las de forma mais pontiaguda no topo.

Para testar como a Grande Pirâmide de Gizé lida com a radiação eletromagnética, os investigadores precisaram fazer algumas suposições. “Por exemplo, assumimos que não existem cavidades desconhecidas no interior da pirâmide, e que o material de construção possui propriedades de calcário comum e foi distribuído uniformemente dentro e fora dela”, disse Andrey Evlyukhin, pesquisador da Universidade de São Petersburgo de Tecnologia da Informação, Mecânica e Ótica, na Rússia.


Leia Mais Arqueólogos descobrem ‘túmulos misteriosos’ da era de Cleópatra


Gigantesco vazio é descoberto na grande pirâmide de Gizé


Depois, calcularam as ressonâncias causadas pelas ondas de rádio dentro da pirâmide, criando um modelo da construção e aferindo como a energia das ondas é espalhada ou absorvida.

Usando um tipo especial de análise chamado análise multipolar, os pesquisadores descobriram que os campos dispersos estavam se concentrando nas câmaras internas da pirâmide, bem como sob sua base.

Embora seja imaginar sobre como os antigos egípcios organizavam suas pirâmides para criar melhores configurações de rádio AM para os mortos, por exemplo, é altamente improvável que eles sequer soubessem dessas propriedades de suas pirâmides. Essa é apenas uma interessante coincidência.

Partículas cósmicas recolhidas dentro de pirâmide egípcia devem explicar como ela foi construída


Leia Mais Arqueólogos descobrem biblioteca antiga na Alemanha


Então por que estudar as propriedades eletromagnéticas da Grande Pirâmide?


Os cientistas esperam criar um efeito de concentração semelhante em nano-escala.

“Escolhendo um material com propriedades eletromagnéticas adequadas, podemos obter nano-partículas piramidais com uma promessa de aplicação prática em nano-sensores e células solares efetivas”, explica Polina Kapitainova, também investigadora da Universidade de São Petersburgo.la.



Fonte//Hypescience

domingo, 16 de setembro de 2018

OVNI em porta aviões, verdade ou fraude

Um filme amador, que teria sido capturado por um piloto filmando a aterragem de um caça F-15 da Marinha americana a bordo do USS Gerald Ford, provocou grande polémica sobre a autenticidade do vídeo.

O vídeo, publicado pela 'Section 51', um canal do YouTube baseado nos EUA que exibe imagens de objetos voadores não identificados, mostra um caça sobrevoando um caça F-15 norte-americano ao aterrar no porta aviões, capturando acidentalmente a imagem de  um objeto cinza metálico em forma de triângulo ,arrumado ao lado de um helicóptero da Marinha.

 

 

[embed]https://youtu.be/FN6Pb8u4sW0[/embed]

O vídeo foi desacelerado para o efeito e  foi acompanhado por músicas apropriadamente estranhas,  o que fez acumular mais de 500.000 visualizações no YouTube, e levantaram a polémica se o vídeo seria real ou adulterado

Várias pessoas tinham certeza de que era o TR-3B , supostamente um avião espião ultra secreto de anti gravidade, que alguns acreditam estar sendo desenvolvido pela Força Aérea dos EUA.

Outros sugeriram que o objeto foi encaixado na imagem, alegando a falta da da nave triangular..

Leia Mais FBI fecha o Observatório Solar, cria teorias de conspiração alienígenas


 

Alguns simplesmente não sabiam em que acreditar. O problema com o audiovisual de hoje é que é quase impossível saber se é real ou falso.

O certo é que o , “ufoofinterest.org”, um site cujo propósito é "desmascarar fraudes, conspirações ",mostrou a filmagem com o "OVNI", junto com a filmagem original da Marinha dos EUA, sem nenhum OVNI ou qualquer outro objeto no convés do porta aviões

 

 

Fonte//SputnikNews

Tufão Manghkut arrasou Filipinas e chega á China

O tufão Mangkhut chegou a terra no sul da China, depois de ter arrasado as Filipinas onde fez pelo menos 49 mortos e soterrou cerca de 40 mineiros, que estão desaparecidos.

A tempestade tropical, considerada a mais forte deste ano, provocou chuvas torrenciais e ventos ciclónicos que fizeram colapsar a encosta de uma montanha na aldeia remota de Itogon, na província de Benguet (norte).

A encosta abateu-se sobre os alojamentos dos mineiros, sete corpos já foram retirados, mas há pelo menos 40 pessoas desaparecidas.

Vários pontos do arquipélago filipino foram devastados pelo tufão e o balanço provisório de vítimas no país é de 49 mortos, sendo a maioria dos mortos  vítimas de deslizamentos de terra nas zonas montanhosas, de acordo com as autoridades.

Leia Mais EUA confirmam sete mortes após passagem do Florence


No norte das Filipinas, eletricidade e comunicações foram cortados na maior parte da zona abrangida pela trajetória do tufão, onde vivem cerca de cinco milhões de pessoas, criando dificuldades adicionais na contabilização de vítimas e estragos.

No norte da ilha de Luçon, a maior das Filipinas, o tufão devastou vastas zonas agrícolas provocando inundações e deslizamentos de terra. Na cidade de Baggao, a tempestade arrancou telhados e linhas de alta tensão e as estradas estão quase todas cortadas, por inundações ou por deslizamentos de terras.

O tufão perdeu alguma força ao atravessar as Filipinas e chegou ao território chinês hoje, às 17h00 locais (10h00 em Lisboa), na província de Guangdong, a cerca de 50km a oeste de Macau, com ventos de 162 Km/h.

Quase meio milhão de pessoas foram evacuadas de sete cidades da província chinesa de Guangdong

Centenas de voos foram cancelados e todos os serviços ferroviários de alta velocidade e alguns normais nas províncias de Guangdong e Hainan também foram interrompidos no domingo, informou a China Railway Guangzhou Group Co. Na província de Fujian, dezenas de milhares de barcos de pesca regressaram ao porto e as obras de construção pararam.

 

Leia Mais O furacão Florence muda de rumo, de acordo com os últimos modelos climáticos


A Hainan Airlines cancelou 234 voos nas cidades de Haikou, Sanya, Guangzhou, Shenzhen e Zhuhai, programados para este fim-de-semana. Já em Hong Kong, perto de 900 voos foram adiados ou cancelados. De acordo com o South China Morning Post, pelo menos 543 voos programados para hoje foram cancelados, afetando cerca de 96 mil passageiros.

 

[embed]https://youtu.be/b7oPm1zwuos[/embed]

No total, as autoridades do aeroporto de Hong Kong dão conta de 889 voos adiados ou cancelados devido à proximidade deste tufão, considerado o maior do ano, indicou o mesmo jornal. Em Macau, 160 voos foram cancelados e 14 tiveram de ser adiados, segundo as últimas informações do aeroporto.

O Observatório de Hong Kong e os Serviços Meteorológicos de Macau (SMG) emitiram hoje o sinal 10 de tempestade tropical, o máximo no nível de alerta, ambos prevendo fortes chuvas, inundações e rajadas de vento nas próximas horas. Em Macau, o alerta vermelho de “storm surge” (maré de tempestade) continua em vigor e a subida do nível da água pode atingir os 2,5 metros, indicaram os SMG.

Perto de seis mil pessoas já foram retiradas das suas casas, no seguimento do plano de evacuação das zonas baixas da cidade, efetuado a partir das 21h00 de sábado.

 

 

Fonte //ZapAeiou