sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Televisão deixa pessoas infelizes, revela estudo


Um novo estudo sobre a felicidade descobriu quais os hábitos mais comuns de pessoas que se dizem muito felizes e infelizes.
O estudo realizado pela universidade de Maryland, nos EUA, e que foi publicado na revista Social Indicators Research, concluiu que as pessoas infelizes assistem mais televisão e as que dizem ser muito felizes passam o seu tempo lendo e socializando-se.

Photo Factos Desconhecidos


Veja Tambem Viagem no tempo é tecnicamente possível


Os investigadores analisaram 30 anos de informações e descobriram que assistir televisão pode ajudar na felicidade momentânea, mas tem efeitos negativos a longo prazo.
Baseados nos dados do estudo, eles afirmam que as pessoas assistem mais televisão à medida que a economia piora. Quanto maior a taxa de desemprego, mais tempo elas têm e quanto mais tempo têm, mais assistem televisão








Os investigadores basearam-se em dois estudos. Um deles utilizava dados de um diário para cada atividade do dia e a felicidade que ela criava, num período de 24 horas. O outro baseava-se em questionários que perguntavam a satisfação das pessoas com as coisas que faziam durante o dia e outras questões.

Concluíram que:                      
Pessoas infelizes assistem 20% mais televisão do que pessoas muito felizes. Os felizes são socialmente mais ativas, liam mais e participavam mais de atos religiosos.
Pessoas infelizes parecem ter mais tempo livre (51%) em comparação com os muitos felizes (19%) Ter muito tempo livre sem uma maneira certa de preenchê-lo é mau.
Os pesquisadores ligaram o efeito de felicidade momentânea de assistir TV com o vício, pois atividades viciantes produzem prazer momentâneo e infelicidade a longo prazo. Afirmaram que as pessoas mais vulneráveis ao vício são menos sociáveis e para elas a TV é um vício.


Veja Tambem As 7 forças que dominarão a economia mundial










Sem comentários:

Publicar um comentário