quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Prisão de baleias descoberta na Russia


As autoridades russas estão investigando uma “prisão de baleias” com mais de 100 animais capturados e mantidos em pequenos recintos, onde supostamente aguardam venda para parques temáticos chineses.

Foto Hypscience

A instalação de onde se encontram os tanques “jaulas” fica próxima da cidade de Nakhodka, no sudeste da Rússia. De acordo com o portal VL.ru, que obteve várias fotos do local, a instalação é guardada por homens armados, enquanto os animais são mantidos em jaulas submarinas construídas em rede.


Veja Tambem A quantidade de plásticos nos oceanos duplicará até 2050



Segundo o direito internacional, baleias só podem ser capturadas para certos fins científicos, educacionais e culturais, mas a exportação comercial é estritamente proibida, e este caso é supostamente para venda a aquários chineses e parques de diversões.

De acordo com o jornal britânico The Telegraph, uma orca pode valer €5.32 milhões no mercado negro chinês, e há uma grande procura por esta espécie pelo. A China já tem cerca de 60 parques marinhos,  e está mais uma dúzia em construção.

O jornal russo independente Novaya Gazeta informou que esse número representa uma captura recorde para as quatro empresas responsáveis: LLC Oceanarium DV, LLC Afalina, LLC Bely Kit e LLC Sochi Dolphinarium.

O relatório destaca que a atividade, praticamente não regulamentada, dessas quatro empresas controla o mercado de captura e exportação de animais marinhos, estando algumas das baleias em cativeiro desde julho.

Foto Hypscience

Veja Tambem GGGI reforça combate ás artes de pesca "fantasma"   



Embora as alegações atuais façam parte de uma investigação em aberto, surgiram no seguimento de um escândalo anterior sobre o tráfico de baleias envolvendo a exportação ilegal de 15 orcas da Rússia para a China entre 2013 e 2017.
Enquanto os promotores investigam, também há preocupações sobre a maneira em como os animais estão sendo mantidos e transportados. Vídeos no YouTube mostram baleias a ser deslocadas de um tanque para outro, enquanto filmagens de drones dão uma ideia do reduzido espaço onde estão.


Fonte//Hypscience


Sem comentários:

Publicar um comentário