segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Mecânica quântica poderá resolver insegurança nas comunicações.


Um grupo de técnicos de York conceberam um protótipo, baseado nos princípios da mecânica quântica, que tem o potencial de eliminar as vulnerabilidades das atuais comunicações, e permitir que as informações fiquem seguras.
As comunicações padrão são vulneráveis ​​a hackers, podendo as informações criptografadas ser intercetadas e mesmo copiadas, mas para as ler é necessário descodifica-la o que podem também acabar por conseguir.



Veja Tambem China acusada de implantar chips minúsculos para roubar informações corporativas.


A informação pode estar segura por algum tempo, mas não há garantias que estaria segura para sempre. Os supercomputadores que estão a desenvolver poderiam decifrar criptografias.
Um hacker pode atacar os dispositivos usados ​​para transmissão de informações, bloqueando os detetores usados ​​para recolher e medir os fótons que transportam a informação.
Um ataque assim é perigoso porque confiamos dos dispositivos, mas um hacker altera-os e consegue mudar o funcionamento, comprometendo a segurança da informação






Os princípios da mecânica quântica, no entanto, permitem a segurança daa comunicações mesmo que os dispositivos eletrônicos sejam alterados. Em vez de depender de componentes eletrônicos possivelmente adulterados no ponto em que a informação precisa ser detetada e lida, os investigadores descobriram que, se os detetores de fontes não confiáveis ​​estivessem entre o emissor e o recetor, a comunicação teria muito mais segurança


Veja Tambem Cientistas criam supercomputador para imitar o cérebro humano



O Dr. Cosmo Lupo, do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de York, afirmou: "A mecânica quântica já percorreu um longo caminho, mas ainda estamos diante de problemas significativos que precisam ser resolvidos com novas experiencias.
.O detetor receberia a combinação dos dois sinais, um do remetente e outro do recetor. O detetor só conseguirá ler o resultado da combinação dos sinais, mas não a informação.


Esse protótipo em princípio pode permitir a troca de códigos inquebráveis ​​pela Internet sem grandes mudanças na infraestrutura real, e agora é preciso encontrar maneiras de reduzir o custo desses sistemas. Não se trata apenas de uma prova de matemática rigorosa, mas sim um esquema compatível com as redes existentes por fibra, estando muito perto de tornar as comunicações quânticas uma realidade.



Sem comentários:

Publicar um comentário