sábado, 24 de novembro de 2018

Encontrada maneira de transformar C02 em plastico


Um grupo de cientistas encontrou uma maneira altamente eficiente de transformar CO2 em plástico, tendo desenvolvido catalisadores que podem converter dióxido de carbono, a causa principal do aquecimento global, em plásticos, tecidos, resinas e outros produtos.
Os eletro-catalisadores são os primeiros materiais, além dos enzimas, que conseguem transformar o dióxido de carbono e água em blocos de construção contendo um, dois, três ou quatro átomos de carbono, com mais de 99% de eficiência.




Veja Tambem Avanço no processo para produzir hidrogênio para combustivel



Dois dos produtos, o metilglioxal (C3) e o furandiol (C4), podem ser usados ​​como precursores para plásticos, adesivos e produtos farmacêuticos. O formaldeído tóxico pode ser substituído por metilglioxal, o que torna o processo mais seguro.
"Nosso avanço pode levar à conversão de dióxido de carbono em produtos valiosos e matérias-primas nas indústrias química e farmacêutica", são as declarações de Charles Dismukes, professor do departamento de química e biologia química e do departamento de bioquímica e microbiologia da Universidade Rutgers. Nova Brunswick.





Os cientistas já haviam demonstrado que o dióxido de carbono pode ser convertido eletro-quimicamente em metanol, etanol, metano e etileno, com rendimentos bastante alto mas essa produção é ineficiente e muito cara para ser comercialmente viável.
Com este novo processo, usando cinco catalisadores feitos de níquel e fósforo, que são baratos e existem no mercado, no entanto, podem converter de forma eletroquímica dióxido de carbono e água em uma ampla gama de produtos à base de carbono.



A escolha do catalisador e outras condições determinam quantos átomos de carbono podem ser unidos para formar moléculas ou até gerar polímeros maiores. Em geral, quanto mais longa a cadeia de carbono, mais valioso é o produto.
O próximo passo é aprender mais sobre a reação química subjacente, para que possa ser usado para produzir outros produtos valiosos, como dióis, que são amplamente utilizados na indústria de polímeros, ou hidrocarbonetos que podem ser usados ​​como combustíveis renováveis.


Veja Tambem Catalisador novo e durável para células de combustível de veículos ecológicos



Com base em seu trabalho, os cientistas conseguiram patentes para os eletro-catalisadores e formaram a empresa RenewCO₂, destinada a os comercializar.
A pesquisa foi publicada na revista  Energy & Environmental Science



Sem comentários:

Publicar um comentário