segunda-feira, 19 de novembro de 2018

A Terra engole os seus oceanos


De acordo com um novo estudo da Universidade de Washington em St Louis (EUA), à medida que as placas tectônicas da Terra se encontram e mergulham uma sob a outra, arrastam três vezes mais água para o interior do planeta do que pensávamos anteriormente.



Usando os ruídos sísmicos naturais da zona de subducção da Fossa das Marianas, onde a placa do Pacífico desliza sob a placa das Filipinas, os investigadores conseguiram calcular a quantidade de água que é absorvida juntamente com as rochas que mergulham profundamente nos fundos marinhos.

 Veja Tambem Erupção vulcânica criou um incrível jardim de vidro


A descoberta ultrapassa o que sabíamos sobre o ciclo das águas nas profundezas da Terra. A água abaixo da superfície pode contribuir para o desenvolvimento do magma e pode lubrificar as falhas tectônicas, aumentando a probabilidade de terremotos.






A água é junta-se à crosta terrestre quando placas se formam, ou quando se dobram e racham. Este último processo, chamado de subducção, é a única forma pela qual a água penetra profundamente na crosta e no manto, mas pouco se sabe sobre a quantidade de líquido que é absorvida nesse fenômeno.
Para tentar descobrir, os cientistas usaram dados recolhidos por uma rede de sensores sísmicos posicionados em volta da fossa central das Marianas no oeste do Oceano Pacífico. A parte mais profunda fica a quase 11 quilômetros abaixo do nível do mar. Os sensores detetam terremotos, e os ecos desses terremotos deslocam-se pela crosta terrestre.


Veja Tambem A quantidade de plásticos nos oceanos duplicará até 2050



A equipa mediu a velocidade com que esses ecos de deslocam. Quando desacelera a velocidade indicaria fraturas cheias de água que fica presa em rochas e minerais.
De fato, os investigadores observaram uma desaceleração profunda na crosta, cerca de 30 quilômetros abaixo da superfície.

Usando essas medidas de velocidade, junto com medidas conhecidas de temperatura e pressão, a equipe calculou que as zonas de subducção absorvem 3 mil milhões de teragramas de água para a crosta a cada milhão de anos (um teragrama é mil milhoes de quilos).
A água do mar é pesada; um metro cubico pesa 1.024 kg. A quantidade absorvida é três vezes mais do que se estimava.




Veja Tambem O nível dos oceanos pode subir 15 metros ate 2300


Essa água deveria retornar à superfície, geralmente nas erupções vulcânicas. A nova estimativa é de que a água que é absorvida é em maior quantidade do que a que está regressa á superfície por via dos vulcões, o que significa ela regressa por uma outra forma, caso contrario faltaria água nos oceanos. Isso significa que a quantidade de água arrastada para dentro da crosta e a quantidade de água expelida devem ser aproximadamente iguais.



Sem comentários:

Publicar um comentário