segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Volkswagen ID Buzz a Van elétrica num futuro próximo

Apelidado de ID Buzz Cargo, o conceito prevê a exibição de uma van elétrica irá ser vendida a partir de 2021.

Não demorou muito para que surgisse uma versão de carga do próximo ID Buzz,  A Volkswagen apresentou a  sua próxima van elétrica de estilo retro



Apelidado de ID Buzz Cargo, o conceito prevê a exibição de uma van elétrica irá ser vendida a partir de 2021.

Apresentada na IAA Commercial Vehicles, em Hannover, Alemanha, o conceito da  Buzz Cargo compartilha seu kit Modular Electric Drive (ou MEB do alemão) com outros veículos elétricos da família ID e, ao contrário da mini-van de passageiros, incorpora um painel fotovoltaico no tejadilho e duas portas traseiras, bem como apenas uma porta lateral deslizante. O sistema fotovoltaico do tejadilho pode aumentar a autonomia do Buzz Cargo em 9,3 milhas num dia de sol, mandando mais energia para o motor elétrico de 201 hp usando baterias de íons de lítio de 48 kWh a 111 kWh, dependendo do orçamento e da necessidade.



A bateria menor foi projetada para pequenas distâncias ,dentro de uma cidade, enquanto o tamanho da bateria de 111 kWh está disponível para circulação a maiores distancias. Quando ao carregamento, na opção de bateria menor pode ser carregada até 80% da capacidade em apenas 15 minutos por meio de um sistema de carregamento rápido operando a 150 kWh de corrente contínua, enquanto a bateria maior fará o mesmo em 30 minutos.



O sistema de bateria da futura versão de produção também está preparado para o carregamento indutivo, da mesma forma com 11 kW de potência de carga”, observa  a VW. “O veículo já tem essa tecnologia. Neste caso, a van é posicionada, via controle electrónico, sobre uma” placa de carregamento “durante o estacionamento. Assim que a unidade de controlo da placa de carregamento no pavimento estabelece comunicação com o veículo, a energia é transferida através de um campo eletromagnético gerado entre duas bobinas (uma no piso do estacionamento e uma no veículo). ”

Veja Tambem Kalashnikov desenvolve novo super-carro elétrico para competir com a Tesla


No interior, há um único assento para o condutor e banco para dois passageiros á frente. Dados os recursos autónomos de nível 4 da Buzz Cargo, o volante foi projetado para embutir no painel de instrumentos com o pressionar de um botão, deixando espaço livre para o condutor. Como em outros conceitos de identificação, as principais informações são projetadas para serem projetadas na estrada em 3D por meio de um display de realidade aumentada (AR). A capacidade autónoma de nível 4  é projetada para dar ao motorista a capacidade de executar outras tarefas, processando e agendando pedidos a partir do espaço de trabalho.



O restante do espaço interior é dedicado à carga. Mas nem tudo é espaço vazio, pois a VW trabalhou com o especialista em equipamentos alemão Sortimo para criar um novo sistema de prateleiras equipado com iluminação e sensores.

Este sistema de armazenamento está ligado ao computador do  ID Buzz Cargo através de uma unidade de controle de função específica do cliente e uma interface CAN”, diz a Volkswagen. “Os dados são transferidos por WLAN para tablets no espaço de carga e cockpit. Por meio de uma rede de rádio móvel, a unidade de controlo pode  comunicar com o sistema de gestão de pedidos ou tarefas de uma empresa, teoricamente possibilitando o rastreio de todos os artigos. Isso permite o gestao on-line preciso do tipo e quantidade de carga e equipamento nesta van futurista. Outros dados são fornecidos pelo já disponível sistema de gestao de frota ConnectedVan. ”

Veja Tambem Alemanha já tem comboios movidos a hidrogénio


A Volkswagen já se comprometeu a construir a versão de passageiros do ID Buzz,. Agora temos que esperar e ver se o fabricante de automóveis para  táxi.



Fonte//Autoweek

Sem comentários:

Publicar um comentário