quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Nova espécie de dinossauro gigante encontrado na África do Sul

Fragmentos de um gigantesco esqueleto de dinossauro desconhecido, foram encontrados na África do Sul, perto da cidade de Clareans, por um grupo internacional de paleontólogos.

Na quinta-feira (27), foi publicado no site da Universidade de Witwatersrand, em Johanesburgo, que o animal tinha sido classificado como herbívoro e foi considerado o maior de seu tempo.




Segundo o professor Jonah Choiniere da mesma universidade, o animal do Jurássico Inferior (cerca de 200 milhões de anos atrás) era adulto quando morreu.

Determinou-se que o animal tinha 14 anos de idade com a ajuda de análises da microestrutura do tecido ósseo, capaz de evidenciar a dinâmica de seu crescimento. O tamanho do dinossauro poderia ser o dobro de um elefante africano adulto.

Veja Tambem Historiador pensa ter descoberto a cidade perdida de Atlantis na ilha fantasma perto da Irlanda


Choiniere relatou num vídeo que, entre os anos 2012 e 2017 foram desenterrados os ossos deste animal, e a partir destes a equipe concluiu que o animal tivesse quatro metros de altura e pesasse 60 toneladas.

Os paleontólogos acreditam que o animal tenha sido o maior da Terra na sua época, nomeando-o de Ledumahadi mafube, o que significa "trovão gigante do amanhecer" na língua aborígene sul-africana.

O fóssil da África do Sul é relacionado com os restos do dinossauro Ingentia prima, que foi encontrado recentemente na Argentina. Viveram aproximadamente no mesmo tempo. Essa hipótese colabora ainda mais com a ideia que tivemos o super-continente Pangeia.

Veja Tambem Russia cria “Parque Jurassico” para clonar animais extintos


O Ledumahadi era capaz de usar as quatros patas para caminhar, mas também podia caminhar apenas usando as patas traseiras, mais ou menos como os elefantes fazem.

O dinossauro herbívoro de Clarens foi o maior entre os famosos tiranossauros que habitavam a atual América do Norte, e é pelo menos 10 milhões de anos mais velho do que os animais mencionados.



Fonte//SputnikNews

Sem comentários:

Publicar um comentário