sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Asteróide “caveira sorridente” passa perto da Terra

O asteróide com  forma de caveira deve passar pela Terra mais uma vez, no dia 11 de Novembro.

Oficialmente nomeado 2015 TB145, o objeto foi descoberto em 2015, quando passou a apenas 486.000 quilómetros da Terra, exatamente no Dia das Bruxas.


De acordo com o banco de dados do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, a próxima passagem do asteróide não será tão próximo. Passará a cerca de 38 milhões de quilómetros do nosso planeta ou seja cerca de um quarto da distância entre a Terra e o  Sol.

Depois desta passagem o 2015 TB145 só voltará a aproximar-se da Terra em 2082. Nessa altura passará a cerca de um terço da distância entre a Terra e o Sol. A sua órbita fá-lo-á passar mais perto de Vénus e Mercúrio em 2024, 2028 e 2037.

Na ocasião de sua descoberta, os cientistas tiveram a oportunidade de tirar algumas fotos ligeiramente assustadoras do 2015 TB 145.


Veja Tambem Pela segunda vez na história, uma nave espacial terrestre aterra num asteróide


As fotografias mostravam uma rocha quase esférica com entalhes que se assemelhavam a cavidades oculares e uma abertura no nariz, vista de pelo menos de alguns ângulos.

Devido a ter passado pelo nosso planeta durante o Halloween, o asteróide foi alcunhado de “caveira” ou “crânio”.

Com cerca de 625 metros de largura, é relativamente pequeno, astronomicamente falando. A título de comparação, o asteróide que supostamente extinguiu os dinossauros tinha cerca de 10 quilómetros de diâmetro.

A rocha não afetou a Terra na sua passagem de 2015, e também não terá nenhum efeito sobre o planeta durante a próxima no próximo mês.

Segundo a NASA, a órbita longa do asteróide e sua velocidade sugerem que ele pode ser um cometa morto, despojado de sua cauda de detritos congelados por causa de muitas viagens ao redor do sol.


Veja Tambem Meteoro atravessa Alabama numa bola de fogo


Os cientistas esperam amais alguns asteróides no futuro, que chegarão bem mais perto do nosso planeta.

De acordo com Thomas G. Müller, do Instituto Max Planck (Alemanha), um asteróide chamado 1999 AN10 passará a 299.196 quilómetros da Terra em 7 de Agosto de 2027.

Já em 13 de Abril de 2029, um asteróide chamado 99942 Apophis, em homenagem ao Deus egípcio do mal, passará a rasar a Terra, a uma distância de apenas 37.200 quilómetros , cerca de um décimo da distância entre a Terra e a Lua

Sem comentários:

Publicar um comentário