domingo, 23 de setembro de 2018

A poluição plástica esta contaminar todas as cadeias alimentares

Sabemos que a poluição plástica é um grande problema para os oceanos do mundo, mas os cientistas acabam de descobrir uma maneira pela qual os microplásticos estão saindo da água e entrando noutras cadeias alimentares, por meio de mosquitos.

O que acontece é que as larvas de mosquitos ingerem os microplásticos  enquanto vivem água antes de se transformarem em mosquitos,

Esses insetos adultos fornecem são o alimento de pássaros, morcegos e outros animais, o que significa que os microplásticos estão acabando nos estômagos de animais terrestres, não apenas de criaturas marinhas.

Este processo é tecnicamente conhecido como transferência ontogênica, ou seja, se movimenta  nos vários habitats.

 

Uma vez que os mosquitos transportadores de plástico tenham sido comidos por pássaros e morcegos, a transmissão dos microplasticos pode, então, ir mais longe noutras cadeias alimentares e ecossistemas, de acordo com os investigadores da Universidade de Reading, no Reino Unido.

 

"Esta é uma pesquisa reveladora, que nos mostrou pela primeira vez que os microplásticos são capazes de transitar por vários estágios da vida nos insetos, permitindo que eles contaminem todos os tipos de criaturas vivas que normalmente não seriam expostas a eles", diz a biológica Amanda Callaghan.

 

"É uma realidade chocante que o plástico esteja contaminando quase todos os nichos do meio ambiente e seus ecossistemas. Callaghan e seus colegas colocaram micro-esferas de plástico fluorescente em larvas de mosquito em laboratório e monitoraram seu crescimento através de um microscópio.

Veja Tambem Nova Zelândia planeia proibir sacos plásticos até julho de 2019


O plástico permaneceu no local através do estágio pupal não alimentar e no inseto adulto, através dos túbulos de Malpighi (estruturas equivalentes aos rins humanos).

 

Os microplásticos podem levar centenas de anos para serem decompostos no meio ambiente, e o estudo mostrou que, quanto menor o tamanho das partículas de  plástico, maior a probabilidade de ficarem  nos corpos dos mosquitos.

Veja Tembem Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo


Já sabemos que os plásticos que poluem nossos oceanos e cursos de água podem ter um efeito prejudicial sobre a vida selvagem e transmitir-se na cadeia alimentar .

A ativista dos amigos da Terra, Emma Priestland, que não participou da pesquisa, disse que as descobertas são "perturbadoras".

 

"Saber que o plástico pode ser transferido do estágio larval para o mosquito adulto, que serve como alimento para uma infinidade de animais maiores, destaca a urgência com a qual precisamos reduzir urgentemente a propagação dos microplasticos no ambiente

Sabemos que, à medida que o plástico penetra no mundo natural, ele pode passar mais e mais entre os animais e, em última análise, ter sérias consequências para os ecossistemas naturais.

 

Fonte //SienceAlert

Sem comentários:

Publicar um comentário