quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Flórida em estado de emergência devido a maré vermelha

A proliferação de algas tóxicas ao longo da costa sudoeste da Flórida que já se verifica há vários meses  está afetando negativamente a vida marinha. Em resposta, o governador Rick Scott, declarou estado de emergência em sete municípios costeiros afetados pelas proliferação das algas, o que cria uma situação conhecida como "maré vermelha".

 

Na segunda-feira (13 de agosto), Scott emitiu uma ordem executiva libertando fundos de emergência e recursos que visam proteger a vida selvagem e eliminar as algas invasoras.

 

Scott também disponibilizou fundos adicionais para  pesquisa, para entender melhor suas causas da maré vermelha e ajudar os pesquisadores a desenvolver estratégias para prevenir futuros florescimentos letais, disseram os representantes do governador em um comunicado .

 

 

As marés vermelhas (que, apesar do nome, não são necessariamente vermelhas) aparecem em águas oceânicas quando as condições permitem que algas unicelulares se multipliquem e se agrupem naturalmente, neste caso, o tóxico Karenia brevis . Essas florescimentos  ocorrem sazonalmente no Golfo do México, perto da Flórida, com a maré vermelha tipicamente emergindo no final do verão ou início do outono e durando de três a cinco meses, segundo a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida (FWC).

 

A alga Karenia. brevis produz uma neurotoxina que é mortal para os animais (incluindo humanos) se a mesma for ingerida ou inalada. Esta maré vermelha, está transformando as praias da Flórida em cenas horripilantes, com dezenas de animais mortos espalhados pelas praias arenosas. A maré tóxica matou ou deixou centenas de tartarugas marinhas, aves marinhas e peixes-boi mortos..

 

Em apenas um município, os moradores recolheram cerca de 535.000 libras. (quase 243.000 quilos) de peixe morto, de acordo com o Naples Daily News.

 

Anteriormente, em 20 de Junho, o governador Scott emitiu uma ordem executiva referente a um outro problema com algas tóxicas: camadas de algas verde-azuladas no rio St. Lucie e outros canais da Flórida, causadas por água poluída e rica em algas dispersas do lago Okeechobee.

 

Marés vermelhas e outras algas nocivas podem persistir por até 18 meses, afetando milhares de milhas quadradas, informou o FWC.

 

Fonte//LiveSience

Sem comentários:

Publicar um comentário