quinta-feira, 5 de julho de 2018

Cidade milenar descoberta na Catalunha

Prospeções levadas a cabo por um  georradar  levaram á descoberta de  uma cidade abandonada cerca de 200 anos antes de Cristo, enterrada em Banyeres del Penedès, perto de Tarragona, na Catalunha, com uma área aproximada de 2,5 hectares.

A descoberta aconteceu na sequência de  um programa científico promovido pela Universidade de Barcelona.

Os docentes da Universidade de Barcelona, Joan Sanmartí e Jaume NogueraOs , e Maria Carmen Belarte, do Instituto Catalão de Arqueologia Clássica,   lideram o projeto que originou a descoberta desta cidade o de importância similar à de Ullastret.

Os arqueólogos explicaram que os resultados da prospecção , realizada pela empresa SOT Prospección Arqueológica, e dirigida por Roger Sala, revelaram grande parte de uma cidade com uma rede  viária bastante regular, formada por ruas aproximadamente paralelas e largas e cruzadas perpendicularmente por umas vias mais estreitas.

Até agora,  já foram identificados cerca de 200 recintos, como praças, edifícios , muralhas, torres e  até um grande poço. Supõe-se  que , esta é uma  cidade da tribo ibérica dos cesetanos.

 

Os cesetanos viviam numa zona que se estende entre o maciço de Garraf e de Balaguer e  a capital era” Kesse”, atual Tarragona. Já nas décadas de 1980 e 1990 procederam-se a escavações que apontavam para a eventual existência de uma grande cidade  que agora foi descoberta.

Devido á  recolha de material cerâmico nos  anteriores trabalhos de escavação, os arqueólogos tinham garantido que já existia uma povoação no século VI antes de Cristo, e que existiu  até ao ano 200 antes de Cristo, quando  supostamente foi abandonada devido à Segunda Guerra Púnica ou às revoltas indígenas.

Sem comentários:

Publicar um comentário